Giro nos Estados

Três novos editais de apoio à pesquisa estão abertos

Pesquisar para desenvolver, este é o lema do Governo do Estado ao lançar mais três editais de pesquisas, agora voltadas para a preservação dos recursos hídricos e para a melhoria da educação. No total serão investidos mais de R$ 4 milhões em projetos de pesquisas, bolsas de estudo e outras atividades. O evento aconteceu na manhã desta segunda-feira, 3.

Para a presidente da Fundação de Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins, Andrea Stival, o lançamento vem colaborar com os outros onze já lançados este ano. “Em 2012 tivemos grande sucesso no sentido de incentivo e amparo a pesquisas. Nestes meses de edital aberto esperamos um grande número de inscritos e que os resultados venham o mais depressa possível para o nosso Estado”, afirmou.

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Divaldo Rezende, afirmou que este é mais um passo que o Governo do Estado vai dar no sentido de preservar seus mananciais. “Este é o segundo grande investimento do Fundo Estadual de Recursos Hídricos que está a todo vapor e consideramos de grande importância, porque para preservar precisamos conhecer, e este conhecimento vem com a pesquisa. Então estamos fortalecendo as áreas de interesses do fundo, dentro daquilo para o qual ele foi criado”, destacou.

Segundo o secretário da Educação, Danilo Melo, o investimento em pesquisa promove ainda mais o desenvolvimento que o Estado vem promovendo na educação. “Observamos que os índices educacionais são muitos bons e fazer estas parcerias para o desenvolvimento da ciência significa recrutar novos talentos e, consequentemente, reflete na educação básica e promove para o futuro a abertura de canais de comunicação e de inovação”, enfatizou.

Editais

Dois editais são parceria entre a FAPT e a Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, no valor de R$ 1,6 milhões, que será distribuído no PPRH – Programa de Pesquisa em Recursos Hídricos. O terceiro é uma parceria com o CNPq, Secretaria da Educação e a FAPT, que aprimorará o Programa Teotônio Segurado e busca, entre outras ações, financiar projetos inovadores de pesquisa em escolas públicas.

Como participar

Pode se inscrever qualquer pesquisador que reside no Tocantins e que esteja vinculado a alguma instituição de ensino e pesquisa do Estado. Os pesquisadores terão até 90 dias para submeter seus projetos junto à Fundação. O edital estará disponível no site da FAPT, desde o dia 3 de dezembro.

Fonte: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Tocantins

Próximos Eventos