Giro nos Estados

Treinamento em Sistema de Convênio Federal fortalece captação de recursos para Rondônia

A necessidade de aprimoramento no manuseio do Sistema de Convênio do Governo Federal (Siconv) para fortalecer a captação de recursos em Rondônia reuniu mais de 80 servidores estaduais e representantes de entidades do terceiro setor em treinamento. Coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), o curso ofereceu visão ampla sobre a ferramenta e teve foco  no desenvolvimento de técnicas para a correta elaboração de projetos de acordo com o sistema.

Foram três semanas abordando desde o conceito e termos básicos até o envio de propostas para análise. Segundo o gerente de Captação de Recursos, Michael Rodrigues, o número de participantes e inscritos superou expectativas e demonstrou o interesse dos próprios servidores e representantes das entidades em buscar alternativas financeiras para o desenvolvimento de suas ações.

Para alguns participantes, o curso serviu para atualizar o conhecimento sobre a ferramenta, mas para o presidente do Instituto Tucumã, Uilian Obrigon, foi a garantia de fortalecer a entidade que atua há mais de dez anos no bairro Nacional com diversos programas e projetos voltados à promoção da cidadania. Uilian sabia da existência do sistema, mas não tinha o acesso e conhecimento necessários para utilizá-lo. “O curso nos possibilitou ter acesso ao Siconv. Hoje sabemos onde e como buscar os recursos que precisamos. Posso afirmar que o instituto está preparado para captar esses recursos. Ganhamos agilidade e facilidade e isso agrega benefícios à população. Estamos muito felizes com esta oportunidade”, destacou.

O instrutor do treinamento, Eduardo Santiago, disse que a maior parte das dúvidas estava relacionada à maneira de captar recursos disponibilizados especificadamente nos ministérios federais. “Desta forma, enfatizamos os projetos em aberto existentes nestas instituições e em seguida mostramos no próprio sistema como funciona o processo de captação. Desde a identificação das propostas em aberto até o cadastramento dentro dos critérios exigidos”.

II Módulo

A equipe do Estado prepara agora o II módulo do treinamento com ênfase na fase de prestação de contas com os mesmos participantes do I módulo. “Esta fase é muito importante porque, às vezes, a instituição capta os recursos, mas não consegue fazer o uso total dele. O II módulo será pautado nos conhecimentos sobre a Lei 8.666, Termo de Referência e Prestação de Contas, permitindo a visão do começo ao fim do processo de captação”, informou Michael.

Fonte: SEPOG-RO

Próximos Eventos