+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Startup de Dourados(MS) desenvolve cápsulas de café com suplementos alimentares

Cada vez mais utilizados pela população, os suplementos alimentares estão presentes em 59% dos lares brasileiros, com crescimento do uso principalmente durante a pandemia do novo coronavírus, quando os cuidados com a saúde ganharam uma importância ainda maior para a sociedade. Com base nessas informações, a startup Smart Caps está desenvolvendo uma cápsula que combina café e suplementos alimentares. A empresa recebe investimentos do Programa Centelha MS, uma iniciativa da Fundect, Finep e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Segundo o pesquisador Adriano Ribeiro, representante e coordenador da Smart Caps, as cápsulas poderão conter de whey protein até colágeno. “Entre os suplementos utilizados estão a proteína do soro do leite, conhecida por Whey Protein, na versão isolado e instantâneo, justamente para facilitar na hora de passar pela cápsula. Também teremos opções com Vitamina C, B6, colágeno hidrolisado e em algumas bebidas vamos colocar ZMA (Zinco, Magnésio e B6)”, explica.

A proposta é que as cápsulas tenham funções diversas. “Cada cápsula vai ter um nome diferente, por exemplo, estamos com a proposta da Cápsula Detox, que terá compostos antioxidantes para ajudar no emagrecimento ou a cápsula Imune Mais, com composto de vitaminas”, frisa.

Crescimento

Durante a pandemia do novo coronavírus, o uso de suplementos alimentares cresceu no Brasil, de acordo com a pesquisa sobre Hábitos de Consumo de Suplementos Alimentares no Brasil, da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD). A investigação aponta que 59% da população consome algum tipo de suplemento, um aumento de 10% em relação a mesma pesquisa realizada em 2015.

Segundo Adriano, a eficácia do consumo de suplementos em cápsulas de café já foi comprovada pela pesquisa desenvolvida pela Smart Caps. Atualmente, a startup está vinculada a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). “Estamos na fase de analisar os sabores das cápsulas combinadas com os suplementos. Vamos colocar junto com o café, mas também com o chá, porque segundo os estudos que foram feitos, as pessoas preferem tomar mais o colágeno, por exemplo, com um chá do que com o café”, explica.

De acordo com o pesquisador, a ideia é que as análises estejam em fase avançada em janeiro de 2021. “Essas pesquisas, esses desenvolvimentos estão sendo realizados junto com os nossos parceiros. Temos a empresa, Imperium Nutrition, para poder realizar essas formulações. Temos também parceria com a GDTec, incubadora da UFGD, e estamos sendo buscando novos parceiros para poder alavancar o nosso projeto. A nossa perspectiva para 2021 é que as Smart Caps estejam no mercado”, pontua.

Centelha MS

O Centelha é uma parceria entre o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul por meio da Fundect e FINEP (Financiadora de Projetos do Ministério de Ciência, Tecnologia e Comunicação) com o objetivo de selecionar ideias inovadoras de startups e empresas iniciantes do Estado. Em Mato Grosso do Sul, 30 empresas foram contempladas com investimentos de até R$ 60 mil reais.

Fonte: Fundect MS (adaptada)

Próximos Eventos