+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Sessão Solene na ALEPI comemora avanços e conquistas da UFPI

A Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI) realizou hoje (16) uma sessão solene para comemorar os avanços e conquistas da Universidade Federal do Piauí (UFPI), nesses 43 anos de existência. A sessão, proposta pelo Deputado Estadual Merlong Solano, iniciou-se às 10 horas da manhã e contou com a presença de convidados ilustres, como o Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes.

A mesa foi composta pelo Magnífico Reitor Prof. Dr. José Arimatéia, a Vice-Reitora Profª. Drª. Nadir Nogueira, a Pró-Reitora de Ensino de Graduação Profª. Drª. Maria do Socorro Leal, o Pró-Reitor de Extensão Prof. Dr. Miguel Cavalcante, o Pró-Reitor de Ensino de Pós-Graduação Prof. Dr. Helder Cunha, o Pró-Reitor de Pesquisa Prof. Dr. Pedro Vilarinho, a Superintendente de Comunicação Social Profª. Drª. Jacqueline Lima Dourado e o Presidente da ADUFPI Prof. Dr. Marco Antônio dos Santos.

O Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia, iniciou sua fala destacando a importância da UFPI para o desenvolvimento social, econômico e cultural do Estado do Piauí. “Sem dúvida, a UFPI é a Instituição de Ensino Superior que mais contribuiu para o desenvolvimento social, econômico e cultural do Estado do Piauí, e com certeza continuará contribuindo”, frisou o Reitor.

O Reitor destacou ainda o modelo adotado pela sua gestão: “Estamos trabalhando um novo modelo de gestão que implantamos desde que assumimos, que é um modelo democrático, ouvindo a comunidade, todos os alunos, professores e servidores. A UFPI que o Piauí precisa é feita com a participação de todos. Criamos um projeto chamado Reitoria Itinerante, onde estamos visitando todos os Câmpus ouvindo a comunidade acadêmica, no sentido de atender todas as demandas da Universidade. É assim que nós vamos continuar construindo a Universidade que todos nós queremos. Esse crescimento virá não apenas com as parcerias com a comunidade interna, mas também com a comunidade externa”, pontuou o Magnifíco Reitor.

Durante a sessão, foram pontuadas as conquistas da UFPI ao longo desses 43 anos, como a inauguração do HU, que hoje conta com o maior ambulatório médico público do Estado, e o vestibular de Ensino a Distância realizado no ano de 2014, sendo o maior vestibular EAD da história do Piauí. “Nós tivemos mais de 25 mil candidatos para ocupar as 6. 825 vagas ofertadas”, ressaltou o Reitor.

Outra conquista da Universidade ao longo da sua história é a ampliação do Ensino de Pós-Graduação. “A UFPI tem ampliado suas ações na área de extensão, na Pós-graduação nós estamos com mais 40 cursos, até 2005 nós tínhamos apenas 9 cursos. Hoje são 44, sendo sete doutorados em diversas áreas do conhecimento, e estamos trabalhando para implementar novos cursos, como o Mestrado em Direito”, destacou o Reitor .

A UFPI

A Universidade Federal do Piauí foi criada em 1971, a partir da fusão das Faculdade de Direito, Faculdade Católica de Filosofia, Faculdade de Odontologia, Faculdade de Administração (Parnaíba) e Faculdade de Medicina. Para o Reitor da UFPI, a história da UFPI pode ser dividida em dois momentos, o primeiro momento é a sua fundação em 1971 e o segundo é dos últimos 12 anos, quando houve um aumento significativo no ensino, na pesquisa, na extensão, crescimento este que continua até os dias atuais. Atualmente, a UFPI está presente em todo Piauí, de norte a sul, seja com seus câmpus de ensino presencial, seja nos pólos de ensino a distância. Além dos câmpus já existentes, A UFPI, junto com o MEC, está desenvolvendo o projeto para criação de novos campus no interior do Estado até 2016, em Oeiras e em Esperantina.

Atualmente, a UFPI conta com 107 cursos de graduação distribuídos pelos cinco Câmpus em todo o Estado do Piauí, sendo 60 só no Campus Ministro Petrônio Portella em Teresina. Além de contar com mais de 35 mil alunos de graduação, entre eles alunos de cursos presenciais e a distância, além de 1.590 alunos de Pós-Graduação e 4.172 das Escolas Técnicas.

Forma de ingresso

O Exame Nacional do Ensino Médio é atualmente a única forma de acessar a UFPI para o ensino regular, o Reitor Prof. Dr. José Arimatéia, pontuou a importância do ENEM para a IES. “O ENEM é a forma mais democrática de acesso à Universidade. A UFPI foi a segunda universidade mais procurada do país pelos estudantes que fizeram o ENEM, ficando atrás apenas da Universidade Federal de Minas Gerais, e o curso de Medicina em Parnaíba foi o curso mais procurado em todo Brasil pelo ENEM. A aula inaugural do Curso de Medicina acontecerá neste sábado (20), que é a concretização de um sonho da população daquela região”, destacou o Reitor.

Além das vagas já ofertadas, a UFPI ainda estuda a aberta de novas vagas para serem ofertadas nos próximos vestibulares: “Nós já pactuamos com o MEC as novas vagas de medicina na UFPI, a ampliação de vagas do curso de medicina em Teresina de 80 vagas para 160 vagas e teremos a abertura do curso de medicina em Picos a partir do segundo semestre de 2015”. A Universidade também está em fase de implantação de novos cursos para o campus de Teresina, como Engenharia de Alimentos, de Engenharia Química, de Zootecnia e de Geologia.

Fonte: UFPI

Próximos Eventos