Giro nos Estados

Sergipe é pré-candidato a sediar próxima edição da Campus Party

écnicos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) participaram da edição da Campus Party, realizada na Arena Fonte Nova, em Salvador, entre os dias 9 e 13 de agosto. O evento que é o principal da área de tecnologia e Internet do mundo, idealizado pelo Instituto Campus Party, reuniu jovens geeks e profissionais da área de tecnologia da informação (TI) em uma grande festa de tecnologia, criatividade, conhecimento, ciência e inovação. Foram quatro dias intensos e ininterruptos de palestras, workshops, hackathons, jogos, batalhas de drones, com muita troca de experiência entre profissionais, programadores, estudantes, empresas e instituições pensando e discutindo sobre o papel das tecnologias no desenvolvimento social, econômico e sustentável.

A edição soteropolitana da Campus Party superou todas as expectativas, com a presença de algo em torno de 80 mil participantes e cerca de 6 mil campuseiros, tornando-se a maior edição regional do evento na história e a primeira realizada em uma arena esportiva, além de ter inaugurado a área open para o público em geral.

Na oportunidade, os técnicos da Secretaria estiveram reunidos com o presidente mundial do Instituto Campus Party, Francesco Ferruggio, a fim de apresentarem a pré-candidatura do Estado de Sergipe para sediar uma edição da Campus Party em 2018. “A proposta é realizar uma edição regional do evento aqui em Sergipe com o intuito de inserir o Estado no circuito internacional dos grandes eventos de tecnologia da informação e nas discussões sobre desenvolvimento social e econômico, a partir do estímulo a setores chamados portadores de futuro, como a informática e a robótica”, pontuou MacGyver Correia.

“A Campus Party em Sergipe poderá ser, como se viu na Bahia, um divisor de águas, um ponto de inflexão que marcará um novo momento para a economia sergipana, calcado na inovação, combinando educação, ciência, tecnologia e empreendedorismo”, destacou Breno Soares, que representou o secretário José Augusto Carvalho, na comitiva a Salvador.

Segundo o empresário baiano, André Costa, um dos principais patrocinadores e idealizadores da Campus Party em Salvador, Sergipe possui grande potencial de crescimento da cadeia de tecnologia da informação. “A realização de um evento dessa magnitude no Estado, certamente confirmará essa expectativa”, reforçou o presidente da Tascom, empresa que vai instalar uma filial no Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec).

Representantes do SergipeTec também integraram a delegação sergipana e gostaram do que viram. Para Carla Almeida, gestora de TI do Parque Tecnológico e mestre em Ciências da Computação, a Campus Party é uma grande oportunidade para fomentar o setor de TI em Sergipe. “Além disso, será uma poderosa ferramenta para consolidar, junto ao SergipeTec, um ecossistema favorável ao desenvolvimento de startups em nosso estado”, afirmou ao destacar que o setor de TI em Sergipe conta com um crescente número de profissionais competentes, criativos e bem formados.

As expectativas quanto à possibilidade de Sergipe receber uma edição regional da Campus Party em 2018 são grandes e conta com a iniciativa do Governo do Estado, através da Sedetec,  e o apoio do próprio Instituto Campus Party, na pessoa de seu presidente, Francesco Ferruggio. “A Secretaria planeja reunir apoiadores locais, nacionais e internacionais em torno do evento e trabalhar para que o estado de Sergipe possa retirar desta experiência ímpar o máximo proveito para indução do seu desenvolvimento econômico, científico e tecnológico”, arremata o secretário da Sedetec, José Augusto Carvalho.

Fonte: SEDETEC-SE

Próximos Eventos