Giro nos Estados

Seminário reúne ecossistema de CT&I para discutir mudanças na legislação do setor na Bahia

A segunda edição do Seminário Estratégia Bahia de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Social reuniu, na terça e quarta-feira (21 e 22), cerca de duzentas pessoas interessadas em colaborar com a construção de uma nova realidade para o ecossistema de CT&I. O evento, organizado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), serviu para aprimorar o debate em torno do Marco Legal e da Política Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação.

 

Entre os temas debatidos no Seminário estão financiamento à inovação; Mrosc; Compras e Encomendas Governamentais; Bônus Tecnológico; e Regimes Jurídicos e Governança. Procurador do Estado, Ailton Cardozo, um dos organizadores do evento por parte da PGE, acredita que há interesse em todas as instituições que participaram do encontro e que a palavra-chave foi a firmação de alianças.

 

Com as proposições e colaborações recebidas durante os dois dias evento, o Grupo de Trabalho (GT) vai analisar as propostas, bem como as recebidas durante a consulta pública, que se encerrou no último dia 21, para incorporar o que for pertinente e que ainda não estava contemplado na proposta da nova Política Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. A expectativa é que a peça seja enviada à Assembleia Legislativa da Bahia no mês de setembro.

 

Rodrigo Hita, secretário da Secti, lembra a importância de debates e eventos como esse para a aglutinação de forças em torno do desenvolvimento do setor na Bahia. “Eventos como esse servem para juntar todas as causas que, até então, estavam separadas. O Seminário nos ajudou a criar alianças para um futuro melhor do nosso estado no âmbito da ciência, tecnologia e inovação”, projeta Rodrigo, que agradeceu o apoio dos parceiros nesta iniciativa – PGE, Sebrae, Fieb, Abasturtps, Foprop, Aje, Fortec e Fesf Tech.

Fonte: Secti BA

Próximos Eventos