+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Seminário discute CTI na área de Segurança Pública em SC

Entre os dias 8 e 10 de outubro será realizado o 3º Seminário de Ciência, Tecnologia e Inovação em Segurança Pública, no centro de eventos da FIESC (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina). O evento tem apoio da FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina) por meio da chamada PROEVENTOS, que incentiva a realização de eventos relacionados à CTI em todo o estado. O seminário é uma parceria entre pesquisadores da Engenharia e Gestão do Conhecimento da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), a Polícia Civil, a Polícia Rodoviária Federal e o Corpo de Bombeiros.

O público-alvo do Seminário de Segurança Pública são pesquisadores da área da segurança pública, representantes da sociedade civil e forças policiais e de justiça. Serão abordados temas como planejamento estratégico, inovação e tecnologia, novos produtos, serviços e metodologias para resolver problemas de segurança pública e atuação da indústria na busca de soluções tecnológicas para o setor.

Um dos destaques do evento será a palestra do secretário de Segurança Pública de Santa Catarina, César Grubba, sobre o projeto de integração do SISP (Sistema Integrado na Gestão da Segurança Pública) com o SAJ (Sistema de Automação do Judiciário). O SISP reúne informações nas áreas de identificação civil, criminal e policial, veículos, armas, ocorrências, entre outras, e integra dados entre todos os órgãos ligados à segurança pública e ao sistema prisional.

Os dois sistemas possuem funcionamento semelhante para gerir seus bancos de dados, e, a partir do cruzamento dos dados do Tribunal de Justiça com os da segurança pública, será possível fornecer informações para ambas as instituições. Também se pretende incluir registros de cartórios extrajudiciais, como óbitos e certidões de nascimento, gerando maior controle. “Em consequência, avançaremos em direção a um modelo de total automação para os procedimentos policiais, que deixarão de ser remetidos em papel e passarão a ser enviados eletronicamente, com maior eficiência e confiabilidade”, diz o Tenente-Coronel Luciano Pinho, assistente do secretário.

Para João Ziegler, coordenador do evento e membro do Grupo de Pesquisa em Segurança Pública, no seminário a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros passam a atuar no tripé da educação (Ensino, pesquisa e extensão) como Instituições de Educação Superior. “Eles buscam direcionar as pesquisas acadêmicas a trabalhar junto com outros atores, encontrando soluções para os problemas no setor de segurança pública e o desenvolvimento sócio econômico e sustentável regional”.

Após o Seminário, serão compilados artigos científicos em um livro sobre CTI na segurança pública, além da publicação de anais do evento com artigos pré-selecionados de alunos e professores da UFSC, UNOCHAPECÓ e demais instituições organizadoras.

Fonte: FAPESC

Próximos Eventos