+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Sedetec dá início a seminários que integram empreendedores em Sergipe

O Governo de Sergipe iniciou nesta segunda-feira, 17, uma série de palestras que serão destinadas a empreendedores sergipanos, potenciais parceiros e fornecedores das indústrias instaladas no Estado. O seminário ‘Momento atual da industrialização em Sergipe’, promovido pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), em parceria com o Fórum Empresarial de Sergipe, foi realizado no Centro de Convenções (CIC) para promover uma maior integração entre essas cadeias, visando uma melhor estruturação da matriz insumo-produto no Estado.

Primeiro de vários outros eventos que deverão ser realizados no decorrer do ano, o encontro reuniu representantes de empresas já instaladas ou em implantação no Estado, além de contar com a presença de empresas fornecedoras de insumos importantes – como energia elétrica e gás natural – e instituições financeiras. “Este primeiro encontro atingiu o objetivo que é de consolidar a construção de uma matriz insumo-produto do Estado de Sergipe, de forma que possam ser oferecidas informações e indicações analíticas que sirvam de subsídios para as políticas de planejamento do Estado e para a atuação coordenada entre as empresas”, destacou o secretário Saumíneo Nascimento.

De acordo com o secretário, o conhecimento da matriz insumo-produto auxilia na identificação do perfil tecnológico da economia do estado, através de indicadores estruturais de auto-suficiência, de encadeamento e multiplicadores de impacto. “Pelas apresentações, verificou-se inicialmente que podemos ter boas oportunidades de negócios, face as demandas geradas na estrutura de oferta de produtos finais das novas empresas e suas necessidades de insumos em setores importantes para o desenvolvimento do Estado”, completa.

Após as apresentações das empresas, foi realizado um intenso debate sobre as necessidades de compras de matérias-primas e insumos, já na fase produtiva, e houve troca de sugestões, fins maior inserção das compras locais por parte das empresas. Participaram do evento representantes dos grupos Ambev, Saint Gobain, Alma Viva, Bull Motors, Votorantim, Multiserv, além das concessionárias Energisa, Sulgipe e Sergás; dos bancos oficiais (Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal e BANESE), da Associação Sergipana de Supermercados (ASES), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial (Acese), Sebrae, dirigentes da Codise e técnicos e assessores da Sedetec.

Para o presidente do Fórum Empresarial de Sergipe, Roger Dantas, a iniciativa vem se somar ao trabalho realizado pela instituição, que em suas reuniões mensais aborda temas sobre desenvolvimento sustentável voltados para a cadeia produtiva de Sergipe. “Pensamos em realizar o seminário em conjunto com a Sedetec para dar conhecimento às indústrias de que temos muitos fornecedores prontos para atendê-las e que muitas vezes por falta de informação vão buscar os serviços fora do Estado”, enfatizou.

O gerente industrial da Yazaki, Jorge Rodrigues, foi um dos participantes a demonstrar a experiência do grupo em Sergipe. Em operação no município de Nossa Senhora do Socorro desde o último dia 10 de junho, a empresa fabricante de chicotes elétricos para a indústria automotiva atualmente opera com 66 funcionários, enquanto outros 60 estão em treinamento em São Paulo. “Estamos muito satisfeitos com a qualidade da mão de obra local e ainda vamos necessitar de pessoal terceirizado para os serviços de montagem industrial, limpeza, vigilância e fornecimento de refeições”, observou Rodrigues ao destacar que até o final do ano a fábrica estará gerando 600 empregos na região. “Em 2014 serão 1.200 postos de trabalho na Yazaki”, confirmou.

Representantes da Saint Gobain, empresa que está se instalando em Sergipe, também estiveram presentes no seminário apresentando o projeto da Indústria Vidreira do Nordeste, a ser implantada no município de Estância. Originária do grupo francês de tradição secular, conhecida pela fabricação dos vidros e espelhos do Palácio de Versailles, a empresa vai atuar em Sergipe na fabricação de embalagens de vidros. “Viemos fazer uma breve apresentação do que trata o projeto, com dados gerais de investimentos, produção e geração de empregos”, disse o consultor Eurico Pincowisck, antes da apresentação feita pelo coordenador do projeto, o chileno Jorge Espinoza.

Outro empreendimento que está chegando em Sergipe, a Mills Engenharia, também se fez presente no seminário. De acordo com o gerente da filial Bahia, Adriano Mendes, a empresa que fabrica formas e escoramentos metálicos, plataformas de cremaleira, além de manipulações e plataformas aéreas, atualmente está prospectando a área onde deverá se instalar no Estado. “Nossa matriz está situada no Rio de Janeiro e no Nordeste, além da Bahia, estamos presentes também em Pernambuco, no Ceará, Rio Grande do Norte e em São Luis, no Maranhão”, destacou Mendes ao ressaltar que o grupo tem 60 anos no mercado e 30 filiais espalhadas por todo o país. “Acho interessante participar de eventos como esse, pois podemos nos mostrar à medida que aprendemos um pouco mais sobre o parque industrial local”, enfatizou.

Fonte: Sedetec-SE

Próximos Eventos