+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Sede da Unespar em Paranavaí leva desenvolvimento ao Interior

Ao defender a instalação da reitoria da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) em Paranavaí, no Noroeste do Paraná, o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal, destacou o compromisso do governador Beto Richa com a interiorização da estrutura de governo e com o desenvolvimento sustentável do interior do Estado. O secretário lembrou que quando da transferência da capital brasileira para “o interior de Goiás, também, de início, não foi fácil”.

Em audiência pública na Assembleia Legislativa nesta terça-feira (3), Alípio Leal disse que o problema da distância entre Paranavaí e Curitiba deixa de existir com a criação, em curso, de um escritório, dentro da própria Secretaria, em Curitiba, para atender e cuidar dos assuntos de todas as sete universidades públicas do Estado.

Oficialmente, a sede da reitoria da Unespar ainda está em Jacarezinho, no Norte Pioneiro, onde foi prevista quando da criação da universidade, em 2001. Mas a instituição não saiu do papel até 2011, quando o atual governo se empenhou em sua implantação. Mas em 2005 havia sido criada a Universidade do Norte do Paraná (UENP), reunindo parte das faculdades isoladas e estabelecendo a sede naquele município. Na lei que a criou, no entanto, esqueceu-se de mencionar uma nova sede para a Unespar.

Agora, a questão precisa ser votada pela Assembleia. Aos defensores da localização da reitoria em Curitiba, o secretário Alípio Leal lembrou que o governo consultou todos os municípios onde estão as faculdades reunidas na Unespar, para que oferecessem contrapartida caso recebessem a reitoria. O único a manifestar-se foi justamente Paranavaí, que ofereceu infraestrutura e manutenção por dois anos, o que significaria economia de pelo menos R$ 3 milhões aos cofres públicos com o custeio da reitoria e outros R$ 4 milhões com a construção do prédio para abrigar a sede.

Quanto aos argumentos de que o Conselho Universitário da Unespar (COU) decidiu-se por Curitiba, o secretário lembrou que a universidade será uma autarquia, o que lhe garante autonomia, apenas depois de ser aprovada na Assembleia Legislativa e pelo Conselho Estadual de Educação, o que ainda não aconteceu.

Alípio destacou ainda que a polêmica em torno da localização da reitoria da Unespar está deixando de lado outros pontos que constam da mensagem do governador, como a situação dos funcionários das faculdades que serão absorvidas pela Unespar e a incorporação, pela nova universidade, da Escola Militar do Guatupê, transformada em Escola de Segurança Pública.

Fonte: SETI-PR

Próximos Eventos