+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

SECTI/FAPDF reúne representantes de instituições de ensino superior do DF para iniciar construção do novo Programa de Pós-Graduação

A Coordenação de Bolsas e Eventos (Coobe/Sucti) da FAPDF realizou, na manhã desta quinta-feira (16/07), a I Oficina de Elaboração do Plano de Desenvolvimento do Programa de Pós-Graduação (PDPG) da FAPDF. Representantes das Instituições de Ensino Superior (IEs) do Distrito Federal foram convidados a participar da reunião que marca o início do debate para a construção participativa do Programa. A Oficina também contou com a participação dos superintendente Científico, Tecnológico e de Inovação, Paulo Nicholas, e da superintendente de Governança, Alessandra Abrahão.

A coordenadora de Bolsas e Eventos, Cleonice Costa, dirigiu a oficina e destacou que essa é uma iniciativa pioneira que busca construir um programa que atenda aos interesses do DF e das IEs, buscando a internacionalização do conhecimento, a geração de recursos humanos qualificados e a criação e o fortalecimento de redes de pesquisa. “A intenção é fomentar recursos humanos altamente qualificados para o Distrito Federal para trazer resultados efetivos do recurso investido. Temos que fortalecer a pós-graduação no DF e pra isso não existe outro caminho que não o trabalho integrado”, afirmou.

Proposta da FAPDF – Durante a oficina, foi apresentada a proposta inicial do PDPG. O intuito é ofertar bolsas para programas já existentes nas IEs, mas considerando áreas prioritárias e urgentes dentro de linhas de pesquisa já existentes e outras que venham a ser identificadas como prioritárias ou emergentes.

A estrutura proposta pela Fundação, inicialmente, prevê dois eixos:

  • Eixo 1 – Programas de Pós-Graduação Emergentes (programas strictu sensu, criados a partir de 2013 e que já passaram por um ciclo avaliativo da Capes com recomendação positiva)
  • Eixo 2 – Programas de Pós-Graduação estratégicos programas strictu sensu com recomendação positiva da Capes e temas prioritários para o DF)

Os programas deverão contar com linhas de pesquisa definidas, podendo contemplar bolsas para mestrado e doutorado.

A partir dessa estrutura inicial apresentada, os representantes das IEs terão 15 dias para preparar suas contribuições e sugestões e enviar para a Coobe que irá avaliar o material e agendar nova oficina para discutir as propostas e dar andamento à construção do PDPG-FAPDF.

Fonte: FAP DF

Próximos Eventos