+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Secti, Fapespa e Fundação Guamá captam recursos para inovação de empresas no Pará

O Programa de Incentivo à Inovação em Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Pará, elaborado pela Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa (Fapespa), Secretaria de Estado, Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Fundação Guamá, gestora do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), foi contemplado, na última terça-feira (19), com o Programa de Apoio à Inovação Tecnológica em Microempresas e Empresas de Pequeno Porte – Tecnova, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Foram selecionadas 21 Fundações de Apoio à Pesquisa (FAPs) para operar o programa nos estados brasileiros. O Tecnova disponibilizará ao Pará recursos na ordem de R$ 8 milhões, que, somados à contrapartida de R$ 4 milhões da Fapespa e Secti, totalizarão R$ 12 milhões, incluindo também apoio do PCT Guamá nas atividades técnicas.  As FAPs serão responsáveis por atividades de fomento, seleção e contratação de empresas, divisão dos recursos e acompanhamento dos projetos.
Lançado em setembro de 2012, o Tecnova conta com R$ 190 milhões em recursos de subvenção econômica para aplicação em micro e pequenas empresas, visando ao desenvolvimento de novos produtos, serviços e processos que agreguem valor aos negócios e ampliem seus diferenciais competitivos. Além dos recursos da Finep, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) participará de forma complementar com mais R$ 50 milhões, destinado a atividades relacionadas à gestão do negócio. A Finep alocará ainda verba adicional de R$ 19 milhões – oriunda do FNDCT (Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) – para estruturação, administração e consolidação de agentes locais.
Fomento – Cerca de 800 empresas devem ser apoiadas pelo Tecnova em todo o território nacional por meio de editais, que serão lançados em cada estado contemplado pelo programa. No Pará, a expectativa é que o edital Tecnova receba em torno de 150 propostas, visando atender as iniciativas mais viáveis de empreendimentos dentro das áreas abordadas, incluindo projetos de empresas iniciantes desenvolvidos em Incubadoras de Empresas, com valores entre R$120 mil a R$ 400 mil por empresa selecionada.
Fonte: SECTI-PA

Próximos Eventos