Giro nos Estados

Secti e prefeitura de Belém discutem futuras parcerias

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Alberto Arruda, e o diretor de Tecnologias Sociais da Secti, Evandro Ladislau, reuniram-se  com prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, para debaterem possíveis parcerias.  Na ocasião, foram apresentados os projetos desenvolvidos pela Secti, em especial, aqueles relacionados ao Programa Navegapará e à Rede de Tecnologias Sociais (RTS), os quais podem render trabalhos conjuntos entre governos estadual e municipal.

Com relação ao Programa Navegapará, o secretário Alberto Arruda fez uma proposta para ampliar o uso social dos infocentros por meio da implantação, nestes espaços, de serviços prestados à população pela Prefeitura.  “Considerando que Belém é o principal polo do  Programa Navegapará, a importância de uma parceria entre a SECTI e a Prefeitura Municipal ganha especial importância. Tal parceria resultará em ganhos sociais significativos, bem como na melhoria, modernização e atualização dos Infocentros da capital”, ressalta Alberto Arruda. Outras prefeituras já estão sendo contactadas com este objetivo.

A adesão da Prefeitura Municipal de Belém (PMB) à RTS foi assunto de interesse por parte do prefeito. “Ele se interessou bastante pelos projetos desenvolvidos por participantes da Rede ligados ao abastecimento de água potável nas ilhas de Belém por meio de reaproveitamento de água das chuvas”, destacou Evandro Ladislau.  A expectativa é de que ainda este ano seja assinado um acordo para formalizar a inserção da PMB na Rede.

Rede de Tecnologias Sociais – A RTS foi criada em 2012 pela Secti, em parceria com representantes do poder público e privado, academia e organizações da sociedade civil. O objetivo da iniciativa é mapear tecnologias sociais desenvolvidas em todo o estado e reaplicá-las para solucionar algum tipo de problema social em diferentes realidades.

Participam da Rede de Tecnologias Sociais as seguintes instituições: Embrapa; Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar); Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri); Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Pará (Faepa); Emater; Sebrae/PA; Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia; Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA); Secretário de Estado de Trabalho, Emprego e Renda (Seter); Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas); Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura (Sepaq),  Universidade do Estado do Pará (UEPA); Fórum do Desenvolvimento Sustentável das Ilhas; Poloprobio; Universidade Federal do Pará, entre outras instituições. 

Fonte: SECTI-PA

Próximos Eventos