+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Secti e Imetropará assinam acordo de cooperação técnica

 Secti e Imetropará assinam acordo de cooperação técnica

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e o Instituto de Metrologia do Estado do Pará (Imetropará) assinaram, na manhã desta terça-feira (19), um acordo de cooperação técnica visando ao desenvolvimento de ações conjuntas para disseminação da Metrologia, Normalização e Avaliação da Conformidade. Por meio da parceria firmada, as instituições promoverão, entre outras coisas, cursos e eventos nas áreas mencionadas, contribuindo para que laboratórios e empresas paraenses possam estar de acordo com as exigências do mercado mundial quanto à qualidade de seus produtos e processos.
De acordo com o titular da Secti, Alberto Arruda, a parceria é bastante oportuna, uma vez que as duas instituições desenvolvem projetos em áreas afins. “A aproximação com o Imetropará é de extrema importância para podermos atuar com mais foco nessas áreas, pensando em ações que, de fato, atendam às necessidades da nossa região”, ressaltou. O secretário lembrou que a parceria ganhará ainda mais fôlego se for estendida aos parques tecnológicos do estado, aos quais podem oferecer a infraestrutura adequada para sediar laboratórios de calibração, metrologia e outros.
O presidente do Imetropará, Luiziel Guedes, ressaltou que o órgão atuou por muito tempo no setor de fiscalização, mas é crescente sua participação na prestação de serviços. Segundo ele, o Imetropará pretende criar um laboratório certificador para atender às demandas regionais e disponibilizar técnicos para orientar consumidores, lojistas e outros agentes. “Por meio da parceria com a Secti, podemos unir esforços e buscar consolidar estas propostas”, afirmou.
Os dois gestores discutiram, ainda, ações bilaterais na implantação de projetos de acreditação de laboratórios e no apoio à criação de um selo de certificação que ateste origem e eficácia de produtos regionais, agregando valor e qualidade aos produtos amazônicos comercializados em grande escala.
Fonte: SECTI-PA

Próximos Eventos