+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Secti DF economiza R$ 2 milhões ao ano com aluguel

Atendendo a premissa de redução orçamentária da máquina pública acordados no Pacto por Brasília, e constante empenho do governador Rodrigo Rollemberg para o início da governança por meio do corte de despesas do GDF, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) será transferida na próxima semana para as dependências da Secretaria de Educação.

Localizado no Setor Bancário Norte, o edifício Fenícia recebe adequações para estruturar e alocar os funcionários da Secti e Fap-DF. O corte de custos por meio da entrega das salas utilizadas no atual endereço – Edifício 2000, representa uma redução de mais de R$ 2 milhões por ano em aluguel.

Para o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Salles, “Este será o momento oportuno para que a estrutura pública, representada por dirigentes, funcionários e colaboradores do GDF, se unam em prol de mudanças efetivas para melhorar a prestação do serviço público em Brasília. Ele ressalta ainda que “O esforço e sacrifício econômico que irão refletir efetivamente para avançar na gestão da cidade, solicitados e ressaltados constantemente pelo governador, devem partir da estrutura interna do GDF.”

A iniciativa faz parte do empenho e preocupação do governador Rodrigo Rollemberg para reduzir gastos públicos, o número de cargos comissionados, e ocorrem conjuntamente com o corte da estrutura de recursos humanos em cada secretaria do DF. Na gestão anterior, dois terços dos cargos efetivos sem vínculo com o GDF eram disponibilizados para funcionários comissionados. Já na atual gestão, as secretarias contam apenas com um terço desses cargos para contratar comissionados sem vínculo, repassando a maioria dele, os outros dois terços, para servidores do quadro.

A medida faz parte das ações acordadas para colocar as contas públicas sob controle, além de valorizar os servidores com vínculo. A iniciativa contribuirá para o arcabouço de medidas redutivas que representam um corte de R$ 200 milhões aos cofres públicos.

Fonte: SECTI-DF

Próximos Eventos