Giro nos Estados

Secti capacita mais de 100 profissionais para melhorar a qualidade industrial do Pará

Estimular a discussão sobre o conhecimento teórico e prático sobre ferramentas voltadas ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia das medições para garantir a qualidade de produtos, processos e serviços produzidos no estado do Pará. Esse é o objetivo do “Seminário de Metrologia e Qualidade Industrial”, promovido nesta quarta (30) e quinta-feira (31), pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), por meio de sua Diretoria de Inovação Tecnológica, em parceria com o Centro de Tecnologia da Eletronorte Miramar, que sedia o evento.

Mais de 100 profissionais e acadêmicos participam da atividade, que é composta por palestras e minicursos sobre normas ISO, equipamentos de segurança, controle de qualidade, modelos de excelência da gestão, entre outros temas. Os minicursos são ministrados por profissionais da Eletronorte, da Universidade do Estado do Pará (UEPA) e do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

“Com este evento, a Secti consegue dar a muitas pessoas a oportunidade de aproximar pesquisadores renomados para promover a familiarização e qualificação dos profissionais paraenses na área de metrologia, por exemplo. A discussão e a capacitação serão de extrema importância pra mim, pois o local onde trabalho está no processo de implantação da gestão de qualidade para melhor atender as exigências do mercado e dos nossos clientes”, afirma a química e engenheira de alimentos do Instituto Evandro Chagas, Anny Campos.
Durante a abertura do evento, o titular da Secti, Alberto Arruda, discursou sobre as principais ações do Governo do Estado na área de Ciência, Tecnologia e Inovação, ressaltando a importância desses eixos como estratégia de desenvolvimento do Pará: “Os produtos do nosso estado precisam agregar valor a partir do uso da Tecnologia e da Inovação, para que possamos ingressar em uma nova economia. Mas, se os nossos profissionais não se sentirem estimulados a buscar e efetivar a qualidade dos produtos produzidos aqui, esse objetivo certamente não será possível”.
Em seguida, o gerente regional do Centro de Tecnologia da Eletrobras/Eletronorte, Francisco França, proferiu a palestra sobre a importância do investimento em Tecnologia Industrial Básica (TIB) para o desenvolvimento de produtos inovadores. “Em 2012, somente cinco estados brasileiros evoluíram as suas produções industriais, e os demais tiveram desempenho negativo. Nesse sentido, entra a importância da TIB e seu conjunto de ações que envolvem a normalização, a regulamentação técnica, a avaliação da conformidade, a metrologia e as tecnologias de gestão”, explicou Francisco França durante a palestra.
O Seminário continuará nesta quinta (31), com minicursos sobre equipamentos de segurança e a operação de ensaios de proficiência, com visitas técnicas aos laboratórios da Eletronorte. Entre as próximas ações da Diretoria de Inovação Tecnológica da Secti, está a realização do segundo módulo dos cursos voltados para a acreditação de laboratórios, que acontecerá no período de 18 a 22 de novembro deste ano.
Fonte: SECTI-PA

Próximos Eventos