+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

SECTI Bahia e iniciativa privada fazem parceria para pesquisa e tratamento do câncer

Para ampliar a linha de pesquisa de tratamento do câncer na Bahia, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação firmou convênio a Clinica Delfin, por meio do Programa Estadual de Incentivo à Inovação Tecnológica – INOVATEC, R$ 1.980.000,00 para a compra do equipamento PET-CT. O Complexo Médico Delfin (CMD) foi inaugurado na noite desta quinta-feira (17), em Lauro de Freitas, com a presença do governador Jaques Wagner, da secretária da Secti, Andrea Mendonça e demais autoridades.

O aparelho de Emissão de Pósitrons acoplado a uma Tomografia Computadorizada  auxilia na pesquisa contra o câncer e na produção de biomarcadores moleculares voltados para os exames da doença. Para a secretária, Andrea Mendonça, “com o novo equipamento adquirido através do Inovatec,  será possível a produção, na Bahia, do elemento radioativo utilizado nos exames e que, durante a viagem para a sua aquisição, perdia a qualidade”.

Para Wagner, o Inovatec está investindo e qualificando o empreendimento. Ele destacou outras parcerias com a iniciativa privada. “O Hospital do Subúrbio é uma delas, temos também o maior programa de rastreamento do câncer de mama do Brasil, em parceria com a Delfin, e que já atendeu a mais de 200 mil mulheres. No Saúde em Movimento, já ultrapassamos as 120 mil cirurgias de cataratas, realizadas em unidades móveis”.

O CMD possui três linhas de atuação para o diagnóstico do câncer: Biofármaco, Centro de Produção de Biomarcadores Moleculares e o PET-CT para desenvolvimento de testes clínicos.  Considerado o primeiro centro brasileiro deste tipo pertencente inteiramente à iniciativa privada, o Complexo recebeu um aporte de R$ 60 milhões e gerou 300 empregos diretos. Como contrapartida, a empresa realizará, durante três anos, 20 exames mensais gratuitos de PET/CT pelo Sistema Único de Saúde, sendo que cada exame custa hoje cerca de R$ 3,5 mil.

Fonte: SECTI-BA

Próximos Eventos