+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Secretário da Secti Bahia lidera comitiva em visita ao município de Araci

Preparação-para-criação-de-biofábrica-de-sisal-em-Cruz-das-Almas_-Adenilson-Nunes-Secom-400x266Uma comitiva da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) participa de uma agenda de ações relacionadas ao sisal nesta segunda-feira (8), no município de Araci (a 221 quilômetros de Salvador), na região sisaleira. A comitiva é liderada pelo titular da Secti, secretário Paulo Câmera,  acompanhado pelo deputado federal Félix Júnior para participar de uma audiência pública sobre o Projeto Sisal de Base Tecnológica. A atividade conta também com a participação do prefeito de Araci, Silva Neto, e acontece na Câmara Municipal.

Logo após a audiência, a comitiva assiste à palestra do fungicultor Iwao Akamatsu, proprietário da Yuri Cogumelos de Sorocaba (SP), sobre o cooperativismo e produção de cogumelos de sisal para a merenda escolar. Na sequência, eles farão uma visita à área onde será construída a cooperativa dos produtores locais e implantado o viveiro das mudas de sisal.

“O Projeto Sisal de Base Tecnológica, que é coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, tem uma importância muito grande para uma população de quase um milhão e meio de pessoas distribuídas em 68 municípios do semiárido baiano  e que produzem 95% do sisal fabricado no Brasil. Tenho grande satisfação em contribuir para o desenvolvimento de Araci e deste arranjo produtivo local (APL) tão importante para o nosso semiárido”, afirmou o deputado Félix Júnior.

O secretário Paulo Câmera explicou que a SECTI tem investido cerca de R$ 15 milhões no Projeto Sisal de Base Tecnológica, dos quais R$ 700 mil estão direcionados para a pesquisa e implantação de unidade piloto para produção de cogumelos para a alimentação humana, realizada pela Universidade Federal do Recôncavo (UFRB) em parceria com a Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Câmera disse ainda que a participação do deputado Félix Júnior só “agrega valor” à agenda da SECTI. “Contar com o seu apoio no Projeto Sisal de Base Tecnológica pode impulsionar ainda mais o desenvolvimento desse importante APL para o semiárido baiano”, assinalou.

Fonte: Secti-BA

Próximos Eventos