Giro nos Estados

Secretaria Municipal da Fazenda de SP integra departamentos com fibra ótica

naugurada em fevereiro nas instalações do histórico Edifício Othon, no centro da capital paulista, a nova sede da Secretaria Municipal da Fazenda de São Paulo abriga uma infraestrutura de comunicação moderna e avançada, preparada para dar suporte às atividades do órgão. Ela conta com o cabeamento Furukawa, que atende às diversas aplicações em transmissão de dados, voz e imagens da Secretaria.

“Tecnologia é fundamental para a eficiência administrativa e a gestão do orçamento da cidade de São Paulo, que é da ordem de R$ 50 bilhões por ano”, afirma Luciano Felipe de Paula Capato, coordenador de TI da Secretaria Municipal da Fazenda. “Por isso, adotamos uma rede com o que há de mais atual do ponto de vista tecnológico”, acrescenta.

Como o prédio, originalmente, era de um hotel – o luxuoso Othon Palace Hotel, que funcionou entre 1954 e 2008 -, foi preciso realizar reformas e adaptações para o uso administrativo. Um moderno data center, com cerca de 140 metros quadrados de área, foi instalado em um dos dois subsolos do edifício – que tem mais 25 andares.

O coordenador de TI explica que, para conectar o data center a cada um dos andares, foi implantada uma estrutura de cabeamento vertical em fibra óptica fornecida pela Furukawa – por intermédio da Tuigo Instalações e Tecnologia da Informação, integradora responsável pelo projeto e instalação na Secretaria da Fazenda. Nos andares, uma estrutura horizontal de cabeamento estruturado, também da Furukawa, faz a distribuição da conexão para os diversos pontos de rede.

Por enquanto, a Secretaria ocupa os espaços até o 10.º andar do prédio (a mudança está sendo feita por etapas). Segundo Marcos Antonio de Oliveira, diretor da Tuigo, quando a implantação estiver completa, estarão disponíveis cerca de 2.050 pontos de rede para atender os postos de trabalho (serão 1.500 servidores aproximadamente), salas de reuniões, auditórios e outros ambientes.

O backbone óptico, que interliga o data center às salas técnicas em cada andar, utiliza conexão em fibra óptica a 10 Gb/s. “Essa infraestrutura dará suporte a todas as aplicações que envolvem transmissão de dados, acesso a sistemas e consultas a bancos de dados e à internet”, conclui Marcos.

Fonte: TI Inside

Próximos Eventos