+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Secretaria de Saúde e Facepe divulgam resultado final do PPSUS

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e a Fundação de Amparo à Ciência e à Tecnologia (Facepe) divulgaram, nesta segunda-feira (1º/02), o resultado final do Programa de Pesquisa para o Sistema Único de Saúde (PPSUS). Ao todo, 30 projetos científicos com foco em questões prioritárias da saúde dos pernambucanos foram aprovados para financiamento – este ano, a 7ª edição do PPSUS, estão sendo investidos R$ 3 milhões, sendo R$ 2 milhões do Ministério da Saúde e R$ 1 milhão do Governo de Pernambuco. Dos 30 trabalhos qualificados, 12 abordam o enfrentamento à Covid-19 no Estado. Outros três projetos ficarão em lista de espera para apoio em caso de recursos adicionais. A listagem completa dos aprovados pode ser conferida no link: tinyurl.com/44wa4wk7.

Os candidatos precisavam seguir um dos cinco eixos temáticos propostos para este ano: ações estratégicas de vigilância em saúde; organização das redes de atenção à saúde (RAS); gestão do trabalho e educação em saúde; atenção à saúde da mulher e materno-infantil; planejamento, economia e gestão em saúde. No 1º eixo, os candidatos poderiam propor estudos relacionados à Covid-19, como estratégias de prevenção e combate à doença, perfil epidemiológico da pandemia e análise do impacto social do novo coronavírus em Pernambuco.

Entre os projetos voltados para o cenário da pandemia do novo coronavírus, os trabalhos abordam temáticas diversas, como a análise de materiais para produção de imunoreagentes e avaliação de anticorpos, dispositivos para diagnóstico e manejo clínico, análise das vacinas candidatas, investigações sobre a síndrome pós-covid e os sintomas depressivos em idosos como efeitos do isolamento social causado pela pandemia. No eixo que prioriza a atenção à saúde da mulher e materno-infantil, os candidatos aprovados propuseram projetos que abordam mortalidade materna, fetal e infantil por Covid-19 e a evolução da infecção em gestantes e recém-nascidos.

“A pandemia da Covid-19 nos mostrou que os projetos desenvolvidos pela comunidade científica são essenciais para nortear as ações de saúde. O financiamento proporcionado pelo PPSUS é mais uma forma de reconhecer a importância dos nossos pesquisadores e auxiliá-los a propor soluções para os desafios prioritários no Sistema Único de Saúde em Pernambuco”, reforça o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Os candidatos deviam organizar suas propostas em uma das três faixas de financiamento (A, B e C) disponíveis, com recursos máximos de até R$ 200 mil. Na faixa A, foram aceitas propostas de até R$ 30 mil; na faixa B, propostas de R$ 30 mil até R$ 100 mil; já na faixa C, foram aceitas propostas entre R$ 100 mil e R$ 200 mil.

Os projetos submetidos à chamada pública deste ano passaram por banca examinadora que pontuou os candidatos de acordo com diversos critérios, como expansibilidade da pesquisa, cooperação científica, aplicabilidade dos resultados e contribuição para o aprimoramento e consolidação do SUS no Estado. O proponente que tiver justificativa para contestar o resultado do julgamento das propostas, poderá apresentar recurso por meio do sistema AgilFAP (http://agil.facepe.br/).

Fonte: Facepe

Próximos Eventos