Giro nos Estados

Rondônia ganha núcleo da Rede Universitária de Telemedicina

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP/MCTI), em Porto Velho (RO), inaugurou, na última sexta-feira (21/09), a Rede Universitária de Telemedicina (Rute), localizada na Universidade Federal de Rondônia (Unir). Com este novo serviço, os habitantes das regiões mais remotas poderão receber assistência médica, educação à distância e pesquisas colaborativas.

Proposta pelo MCTI e com coordenação da RNP, a Rute abrange atualmente 158 instituições. Em Rondônia, os serviços de telemedicina serão desenvolvidos em espaço próprio da Unir, que inclui sala de videoconferência com equipamentos para conexão em banda larga.

A Rute possibilita, em um primeiro momento, a utilização de aplicativos que demandam mais recursos de rede e o compartilhamento dos dados dos serviços de telemedicina dos hospitais universitários e instituições de ensino e pesquisa participantes da iniciativa. Em um segundo momento, a Rute leva os serviços desenvolvidos nos hospitais universitários do país a profissionais que se encontram em cidades distantes, por meio do compartilhamento de arquivos de prontuários, consultas, exames e segunda opinião.

Sua implantação traz impactos científicos, tecnológicos, econômicos e sociais para os serviços médicos já existentes, permitindo a adoção de medidas simples e de baixo custo, como a implantação de sistemas de análise de imagens médicas com diagnósticos remotos. Ela também contribui para diminuir a carência de especialistas, além de proporcionar treinamento e capacitação de profissionais da área médica sem deslocamento para os centros de referência.

Na Unir, o projeto vai atender 150 médicos e 300 alunos e ex-alunos. “Para um Estado como o nosso, que tem uma comunidade médica que carece de conhecimento, o lançamento desse projeto será um divisor de águas para a saúde, com resultados imediatos e também de longo prazo”, afirma coordenador local do núcleo, professor José Serbino.

A ideia é que a universidade possibilite aos alunos acesso ao que há de melhor na área acadêmica e que também sirva como uma multiplicadora de conhecimento para todo o Estado.

Fonte: Agência Gestão CT&I de Notícias com informações do MCTI

Próximos Eventos