+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Ronaldo Carmona, do Ministério da Defesa, visita Iema de São Luís elogia Governo do Maranhão

Nós do Ministério da Defesa consideramos uma grande iniciativa do Governo do Estado. As portas estão abertas para os jovens maranhenses, assim eles poderão ter maior acesso às tecnologias e aos cursos técnicos.” A afirmação é do assessor do Ministério da Defesa, Ronaldo Carmona, que no início desta semana visitou o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) acompanhado por Jhonatan Almada, secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O objetivo da visita foi avaliar a celeridade e o andamento das obras. “Aproveitei a visita que fiz para o secretário para conhecer as instalações do Iema” disse Ronaldo Carmona.

Para o secretário Jhonatan Almada, essa vistoria é fundamental para a aquisição de uma estrutura física mais segura. “Receber o assessor do Ministério da Defesa e apresentar as instalações do Iema é muito significativo, essas obras objetivam atender um projeto que é a marca desta gestão, e nós temos todo zelo e cuidado para garantir os aspectos pessoais, pedagógicos e de infraestrutura”, afirmou o secretário.

De acordo com a Secti, a expectativa da construtora é de entregar em 30 dias as obras que estão em conclusão, tais como a torre de banheiros, sistema de combate a incêndio com tubulação de aço carbono, além de reparos para o campo de futebol e áreas que contemplam a prática de esporte no Instituto.

“É muito importante quando um governo tem um olhar sensível às questões tecnológicas. Unir a educação básica com o ensino técnico é uma ótima iniciativa, fomenta o desenvolvimento da tecnologia no estado. É muito bom ver um projeto como o do Iema”, afirmou Carmona.

Jhonatan Almada destacou a Secti estabeleceu um cronograma de encontro com a empresa, de prazos e visitas à escola, para acompanhar o andamento das obras. “Vamos ficar verificando se esses prazos estão sendo cumpridos, se o trabalho é de qualidade e atende o padrão que o Governo do Maranhão exige das obras que entrega à sociedade”, destacou Almada.

Fonte: SECTI-MA

Próximos Eventos