Giro nos Estados

RNP inaugura Rede Universitária de Telemedicina no Rio

Rede Nacional de Ensino e Pesquisa instala 61º núcleo da Rute na unidade do Instituto Nacional do Câncer (INCA), no centro da capital fluminense.

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) inaugura, nesta quinta-feira (4), o 61º núcleo da Rede Universitária de Telemedicina (Rute), que funcionará na unidade do Instituto Nacional do Câncer (INCA), no centro do Rio de Janeiro (RJ). O lançamento ocorrerá durante o evento “INCA no Outubro Rosa – Fortalecendo Laços para o Controle do Câncer de Mama: Avanços e Desafios”, na zona sul carioca.

O espaço conta com uma sala de videoconferência com equipamentos para conexão em banda larga que permitem assistência remota a pacientes e atividades de educação a distância e pesquisa colaborativa. Formada por 160 instituições, a Rute é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) coordenada pela RNP.

Segundo o coordenador do projeto Rute no Instituto, Carlos Henrique Martins, a implementação da infraestrutura permitirá a realização de webconferências entre o Inca e as 27 coordenações estaduais de atenção oncológica para a execução de atividades técnico-científicas voltadas para o controle e prevenção do câncer. Essa iniciativa visa fortalecer a gestão de ações contra o tabagismo e para prevenção do câncer de mama e do colo do útero, oferecendo suporte aos profissionais, seja em reuniões virtuais, discussão de casos ou em educação continuada.

Segundo o coordenador da Rute da RNP, Luiz Ary Messina, o fomento a essas ações possibilita o desenvolvimento da educação e da pesquisa além de facilitar a atenção à saúde no País. “Com a interação de grupos de interesse, os especialistas discutem novas metodologias de tratamento e passam dados para colegas, profissionais de saúde e residentes. Dessa forma, estamos na linha de frente nessa atuação no mundo e, por isso, temos recebido o reconhecimento mundial da Organização Pan-Americana de Saúde (OPS) e da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, afirma Messina.

Com a inauguração do núcleo do Inca, a Rute passará a ter 61 núcleos em plena operação em todo o País. A iniciativa é considerada a maior do mundo. Existem ainda 50 SIGs (Grupos de Interesse Especial, na sigla em inglês) em várias especialidades e subespecialidades da saúde em plena operação com 600 sessões/ano de vídeo e webconferências.

RNP

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) é uma organização social (OS), associada ao MCTI, que é responsável pelo Programa Interministerial RNP, com a participação do Ministério da Educação (MEC), da Saúde (MS) e da Cultura (MinC). Pioneira no acesso à Internet no Brasil, a RNP planeja e mantém a rede Ipê, a rede óptica nacional acadêmica de alto desempenho.

Com pontos de presença em 27 unidades da federação, a rede tem mais de 800 instituições conectadas. São aproximadamente 3,5 milhões de usuários usufruindo de uma infraestrutura de redes avançadas para comunicação, computação e experimentação, que contribui para a integração entre o sistema de Ciência e Tecnologia, Educação Superior, Saúde e Cultura.

Fonte: Ascom da RNP

Próximos Eventos