+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Giro nos Estados

Resultado da Redebio é homologado durante reunião do Comitê Gestor

Brasília/DF – O resultado da Rede Amazônica de Pesquisa e Desenvolvimento de Biocosméticos (RedeBio) foi homologado na quinta-feira (27/05) pelo Comitê Gestor, formado pelos presidentes das Fundações de Amparo à Pesquisa dos Estados do Acre, Amazonas, Maranhão e Pará. Os documentos foram assinados, paralelamente à programação da 4ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (CNCTI). O encontro ocorreu no Golden Tulip Hotel (Brasília/DF). Após a reunião, ficou determinado que o resultado será divulgado na próxima terça-feira, 1º de junho, às 15h, horário de Brasília.

Atualização: confira o resultado completo aqui.

Durante o encontro, os gestores anunciaram o total de recursos que será destinado a cada um dos estados envolvidos na rede, de acordo com o número de propostas aprovadas.

Em abril, foi divulgado um resultado preliminar com recomendações para formação de quatro redes de pesquisa: Rede de Padronização dos óleos de andiroba e copaíba da Amazônia (Repacam), coordenada por Jefferson Rocha de Andrade Silva; Rede para desenvolvimento de C,T&I na geração de insumos da andiroba para aplicação na indústria de cosméticos, com Cecília Verônica Nunez, na coordenação; Rede para o fortalecimento e inovação estratégica da cadeia produtiva de óleos da Amazônia aplicados em cosméticos (Rede Anaua), coordenada por Wagner Luiz Ramos Barbosa; e a Rede Babaçu-Mampa, com Maria Nilce de Souza Ribeiro como coordenadora.

“Após as recomendações, começamos a observar se os projetos submetidos tinham as modificações que o comitê científico havia proposto. E num momento seguinte observamos se os orçamentos eram pertinentes às propostas. Depois dessa etapa de ajustes técnicos e orçamentários, obtivemos o resultado final da rede“, assinalou a diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Maranhão (Fapema), Rosane Nassar Meireles Guerra.

Algumas das propostas submetidas não se adequaram quanto ao mérito e outras tiveram cortes orçamentários para serem qualificadas. O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (FAPEAM), Odenildo Sena, destacou que os Estados ficarão responsáveis pelo monitoramento dos projetos e utilização dos recursos. “O interessante é que cada um dos estados envolvidos observe o que está sendo feito para que possamos ter resultados concretos lá na frente”, salientou.

Para Rosane Guerra, o lançamento do primeiro edital da Redebio servirá para estruturar a rede e identificar as potencialidades de cada estado, consolidando grupos de pesquisa.

Participaram ainda da reunião o diretor da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), João César Dotto, o diretor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Pará (Fapespa), Ubiratan Bezerra, e a diretora técnico-científica da FAPEAM, Patrícia Sampaio.

Sobre a Redebio
A Redebio é resultado de uma aliança formada entre as Fundações de Amparo à Pesquisa dos Estados do Pará (Fapespa), Amazonas (Fapeam), Maranhão (Fapema) e Acre (Funtac), que reuniram esforços para promover a formação e o fomento de uma rede de caráter interregional e interdisciplinar.

O objetivo da Redebio é apoiar atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, mediante a seleção de propostas para apoio financeiro a projetos em rede de pesquisa inter-regional e interdisciplinar em biocosméticos, fortalecendo cadeias extrativistas da região, melhorando os sistemas produtivos e apoiando comunidades para alcançar melhores níveis de sustentabilidade dessas comunidades.

Fonte: Nathalia Ramos – GTCom

Compartilhe:

    Próximos Eventos