Giro nos Estados

Projetos tecnológicos financiados pela Fapeam conquistam mercado

Na contramão do cenário econômico que ainda sofre com a instabilidade, projetos tecnológicos financiados pelo Programa Sinapse da Inovação, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas, estão conquistando espaço no mercado. Cases com resultados expressivos foram apresentados durante o Seminário de Avaliação dos Resultados Finais do Programa, que encerrou na tarde desta quarta-feira (18).

Um deles é o projeto da empresa Trit, que desenvolveu o E-tickets – um sistema de acesso a dados disponíveis na internet por meio de um dispositivo em formato de cartão, baseado na tecnologia NFC (da sigla Near Field Comunication). Segundo o proprietário da empresa, Vandermi Silva, o sistema pode ser aplicado em diversas áreas, como educação, comércio, indústria, com o objetivo de organizar informações e gerar relatórios para nortear processos de decisão.

“Um empresário do ramo de restaurantes, por exemplo, pode acessar o sistema para saber sobre a venda de refeições naquele determinado dia ou então, alguém do ramo de hotelaria pode dispor a qualquer momento de dados sobre hospedagem”, esclareceu o empresário. O diferencial do projeto está no fato de que a inteligência do sistema está na nuvem (internet), além disso, a natureza dos dados coletados, bem como as características visuais são adaptáveis ao cliente. Sem contar que “qualquer aparelho de celular que tenha a tecnologia NFC pode ser utilizado”.

IMG_4450

Vandermi Silva desenvolveu o aplicativo para as áreas de educação, comércio e indústrias para organizar informações e gerar relatórios, para auxiliar nos processos de decisões

 

No momento, está sendo trabalho no protótipo do case com carregador de celular integrado, uma vez que haverá situações em que será usado o carregador com bateria a cabo, entretanto, mesmo antes da finalização do projeto, o produto já foi adquirido por dois clientes: um do ramo alimentício e outro do de hotelaria. De acordo com o empresário, as perspectivas são extremamente positivas e o resultado alcançado até então, só foi possível graças ao recurso oriundo da Fapeam.  “Como a empresa estava começando, a verba da Fapeam foi importantíssima porque por meio dela, foi possível custear toda a mão de obra para desenvolver o produto”, ressaltou.

Outro projeto que já conquistou clientes no mercado – antes mesmo de seu lançamento – é o app Trocados. A plataforma permite o repasse de troco para o consumidor por meio do celular, podendo acumular, transferir para uma conta bancária e inclusive, recarga de crédito no telefone.

O lançamento do “Trocados”  está previsto para acontecer até o mês de maio. Assim como o E-tickets, o app já é uma realidade no mercado. Uma loja de varejo e vários supermercados, incluindo grandes redes do ramo, já estão utilizando o aplicativo.   A considerar a rede de networking dos idealizadores do aplicativo, as parcerias devem ser ampliadas em breve. “Devemos lançar uma versão para o Uber”,  adiantou o membro da equipe de Marketing do projeto, Bruno Nogueira, ressaltando que estão em busca de novos investimentos para lançar novas versões do app. Ele destacou sobremaneira a importância dos recursos oriundos do Sinapse para a concretização do projeto. “Hoje, somos conhecidos nacionalmente e temos muito orgulho disso. Se não fosse a Fapeam, não teríamos conseguido tirar essa ideia do papel e existir no mercado”, salientou.

IMG_4501

Bruno Nogueira, do aplicativo ‘Trocados’, disse que o Sinapse fez o serviço ficar conhecido nacionalmente, motivo de orgulho e satisfação para a equipe

Em fase de validação, projeto já desperta interesse

O Aplicativo Mobile SAE, que tem por objetivo a sistematização de dados referentes à assistência na área de Enfermagem, está em fase de validação, mas já conta com dois empreendimentos hospitalares interessados. Com o app, será possível planejar todo o processo de enfermagem composto por histórico, diagnóstico, planejamento e intervenções para padronizar as informações, garantir mais segurança e excelência na prestação do serviço aos pacientes, além de agilizar o próprio atendimento.

As fases anteriores do projeto consistiram do desenvolvimento da parte web, com definição de campos de preenchimento de dados e informações de gestão, e implementação do sistema em plataforma mobile. Um protótipo de integração foi criado e aplicado experimentalmente em hospitais.

IMG_4377

Jander Cavalcanti falou que a Fapeam ajudou a concretizar o projeto e novos recursos serão inseridos no app

De acordo com o CEO da empresa responsável pelo desenvolvimento do aplicativo, Jander Cavalcanti, o SAE também já foi apresentado em diversos eventos locais e nacionais da área de inovação, despertando a atenção e interesse de potenciais parceiros, bem como chegou a conquistar prêmio de inovação concedido pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA).  Ele comenta ainda que novos recursos devem ser inseridos no aplicativo baseado  na tecnologia da Inteligência Artificial a fim de contribuir com a identificação de pandemias, tanto viral quanto bacteriológica e faz questão de destacar a importância do financiamento da Fapeam para a concretização do projeto.

Fonte: Fapeam

Próximos Eventos