+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Projetos desenvolvidos em escola da rede estadual de ensino são transformados em produções científicas no Tocantins

Para além da sala de aula, o conhecimento transformado em produção científica vem garantindo que mais pessoas possam acessá-lo. Esse foi o caso do projeto de educação ambiental desenvolvido na Escola Estadual Norte Goiano, em Araguaína, com uma proposta para reduzir focos do mosquito Aedes aegypti, na comunidade em que a unidade de ensino está inserida. O trabalho foi publicado na edição mais recente da revista Brazilian Journal of Development, lançada este mês de março de 2021.

O trabalho foi executado na escola no 2° semestre de 2019, pela professora Gabriela Pereira da Silva que, na época, era professora de educação física, e envolveu 96 alunos matriculados no ensino fundamental (6º ao 9º ano). “O trabalho foi realizado por etapa de apresentação da proposta do projeto. Depois, foram realizadas palestras educativas com o objetivo de sensibilizar os estudantes para novos comportamentos na comunidade, assim como atividades práticas de visita a pontos em que havia lixo que poderia gerar focos do mosquito”, explica a professora.

Gabriela Pereira da Silva destaca que, apesar da escola estar localizada em um ponto central da cidade, a produção e o descarte inadequado de lixo são muito grandes no setor. “Conseguimos sensibilizar os estudantes para as consequências dessa realidade e percebemos que eles se transformaram em uma espécie de mobilizadores e articuladores sociais, muito preocupados em transformar a realidade em que estão inseridos. A semente está lançada e, com certeza, se não agora, mas no futuro os resultados virão, com homens e mulheres mais conscientes”, pontua.

O trabalho publicado na Brazilian Journal of Development, além de destacar as atividades realizadas com os estudantes, também traz dados relevantes sobre como a dengue tem se configurado como um dos principais problemas de saúde pública no Brasil, com enfoque para a realidade do Tocantins.  A pesquisa também chama atenção para como o combate ao mosquito transmissor da dengue é dever de toda a comunidade e que é fundamental que cada família faça a sua parte, mantendo seus quintais limpos e livres do acúmulo de água parada.

De acordo com a diretora da unidade de ensino, Waldirene Pereira da Silva, que à época da execução do projeto atuava como professora de Língua Portuguesa, no início de  janeiro, outra iniciativa da escola também foi divulgada na revista. “Tivemos também o projeto de conscientização para o não desperdício de alimentos da alimentação escolar, também desenvolvido pela professora Gabriela e que foi publicado. Dois trabalhos muito relevantes para a escola”, conta.

A diretora também destaca os resultados alcançados. “Os estudantes se tornaram mais cuidadosos com o espaço escolar, passaram a não jogar o lixo em qualquer lugar. Na hora da alimentação, só pegavam aquilo que iam consumir. Se tornaram muito mais conscientes sobre as duas temáticas. É o conhecimento ultrapassando as barreiras da sala de aula. Eles passaram a ter um comportamento diferente no seu dia a dia”, frisou.

Para a estudante Samyla dos Reis Gomes, de 15 anos, à época matriculada no 7º ano, a participação nos projetos fez toda a diferença em sua vida. “Os dados chamaram muito a nossa atenção, mas além dos dados, nós vimos que a nossa realidade não era muito diferente e isso nos fez perceber que nós, alunos, também tínhamos atitudes erradas e que precisavam mudar. Muitas coisas que aprendemos com o projeto continuamos colocando em prática”, garantiu.

Publicação

Brazilian Journal of Development, editada pelo Brazilian Journals Publicações de Periódicos e Editora Ltda, surgiu da percepção de alguns professores brasileiros de que o tema desenvolvimento carece de mais meios de divulgação. Trata-se de uma publicação mensal cujo objetivo é difundir o conhecimento na área do desenvolvimento, por meio publicação de artigos científicos, que apresentem contribuições originais, tanto de natureza empírica quanto teórica.

Brazilian Journal of Development é parceira da Faculdade de Indústria da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), assim como da Faculdade Isepe, e é a revista oficial de trabalhos acadêmicos da Associação Comercial de São José dos Pinhais (Aciap), cidade onde fica a sede da empresa. As publicações podem ser acessadas por meio deste link,nas publicações de janeiro e março de 2021.

Fonte: Notícias do Tocantins em 29/03/2021

Próximos Eventos