+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Projeto Barco Hospital desenvolvido na Itália é apresentado em Manaus

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas (SECTI-AM) promoveu, na tarde desta segunda-feira (29), apresentação do projeto de tecnologia naval Barco Hospital, desenvolvido na Itália. A proposta de transporte naval para ações em saúde foi detalhada pelo Engenheiro Massimo Magrini, da Ship Service Management (SSM), empresa com sede na Itália,  especializada em projeto naval, gestão técnica, avaliações e consultoria.

O projeto foi mostrado a representantes de instituições de saúde e profissionais da área técnica do Polo Naval do Amazonas para que pudessem conhecer e avaliar a proposta.  “A participação dos técnicos da saúde foi importante para definir qual o nosso cenário e a nossa demanda diante da proposta, iniciando um diálogo. Por outro lado, mostrou de forma nítida a eficiência e expertise que a Itália tem no desenvolvimento e execução de obras voltadas ao fortalecimento da área naval. É importante que esses laços sejam fortalecidos para que possamos desenvolver um projeto de modernização do nosso Polo Naval e estreitar as relações no campo da pesquisa e inovação tecnológica”, disse o Secretário Executivo Adjunto da SECTI-AM, Eduardo Taveira.

DESDOBRAMENTOS

Nesta terça-feira (30), como desdobramento do encontro articulado pela SECTI-AM, o representante da Ship Service Management vai realizar visita aos estaleiros e conhecer a capacidade produtiva atual do setor naval. A partir das 15h, também participará de reunião na Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplan) para conhecer o projeto do Polo Naval do Amazonas.

“Este é um momento em que iniciamos uma discussão, aproveitando a proximidade com um polo produtor de tecnologia de ponta nessa área, que é a Itália. Dessa forma, há a possibilidade de uma empresa desse porte se interessar em instalar uma unidade no Amazonas ou de realizar outros tipos de relação, para que possam dar suporte ao desenvolvimento do projeto do polo Naval do estado”, disse Taveira.

PROJETO BARCO HOSPITAL

De acordo com o engenheiro Massimo Magrini, o Barco Hospital oferece, numa estrutura de 7 andares, condições para a realização de serviços hospitalares com autonomia e adaptação à realidade local. O barco possui uma largura de aproximadamente 140 metros e  um calado pequeno, que permite ao barco navegar quando o nível do rio estiver baixo.

O projeto do barco, desenvolvido no ano passado na Itália, tem o formato de um catamarã com duas bases e capacidade para oferecer serviços como pronto-socorro para 250 pessoas por dia, atendimento ambulatorial para 450 pessoas ao dia, e abrigar especialidades como dermatologia, odontologia, cardiologia, ginecologia, pediatria, obstetrícia e pneumologia, capacidade de realizar 8 operações em 6 horas, 8 leitos de UTI, 110 leitos masculinos,110 leitos femininos e 2 heliportos entre outros.

Além disso, a embarcação tem instalações para hospedagem e lazer dos profissionais de saúde, autonomia no tratamento de resíduos, estação de tratamento de água, armazenamento de insumos e alimentos, entre outros projetos que pudesse instigar o interesse das instituições por essa tecnologia de construção naval de ponta, em que as embarcações são construídas a partir de blocos grandes e altíssima produtividade, a partir de estrutura complexas e modernização constante do modo de construção”, afirmou o engenheiro Massimo Magrini.

Ele destacou a rede de benefícios que o Estado pode obter com o desenvolvimento da tecnologia naval, que envolve a criação de estruturas adequadas para construção e manutenção das embarcações, formação de mão-de-obra especializada e geração de startups de tecnologia moderna.

Magrini apresentou a proposta para profissionais do Exército, Secretaria de Estado da Saúde (Susam), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Fundação Alfredo da Matta (Fuam), Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplan), Fiocruz Amazônia e Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas no Amazonas (Sebrae-AM).

ARTICULAÇÃO

A apresentação do projeto de tecnologia do Barco Hospital é fruto dos debates realizados durante o VI Seminário de Tecnologias Estratégicas Brasil-Itália, promovido pela SECTI-AM em maio de 2012, na cidade de Manaus. A realização do seminário teve a parceria do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti), da Embaixada da Itália e do Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas no Amazonas (Sebrae-AM).

Com o objetivo de estreitar relações entre os dois países na área de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), o evento teve como eixos temáticos a “Construção Naval” e a “Telemedicina”, onde foram evidenciadas as principais características, novas tendências e impactos da utilização estratégica destas tecnologias adaptadas à realidade em âmbito nacional e internacional.

A tecnologia do Barco Hospital foi apresentanda durante o seminário, gerando interesse dos participantes. “A SECTI-AM retomou às discussões, aproveitando a visita do embaixador da Itália no Brasil, Raffaele Spandre, ao governador do Amazonas, Omar Aziz. O projeto Barco Hospital trouxe vários desdobramentos em demandas importantes para o Estado, relacionados à troca de experiências em obras navais com a Itália e também em relação às particularidades do Amazonas para obras desse porte”, destacou Taveira.

Fonte: Secti-AM

Próximos Eventos