Giro nos Estados

Professoras de Campos usaram dinheiro da merenda para viagem e churrasco

Tribunal de Contas do Estado condenou diretora e adjunta de escola no Norte Fluminense a devolver R$ 137 mil usados ilegalmente. Verba pagou ainda táxis, planos de saúde e celular

Quatro professoras da rede estadual do Rio de Janeiro foram consideradas responsáveis, pelo Tribunal de Contas do Estado, pelo uso indevido de dinheiro da merenda de escola de Campos. Com a verba, elas compraram passagens para Porto Seguro, cerveja, carvão e carne para churrasco.

Segundo o TCE, entre 2003 e 2004 as professoras ainda utilizaram os recursos para cobrir despesas com táxis e na contratação de planos de saúde e de serviços de telefonia celular. Também emitiram cheques da escola para pagar empréstimos e não fizeram licitações ou pesquisas de preços.

Dinheiro a devolver

As professoras — entre elas as então diretora e diretora adjunta — terão que devolver R$ 137.538 ao estado. A verba havia sido destinada à Associação de Apoio à Escola do Colégio Estadual José do Patrocínio e deveria ser usada na merenda e na manutenção da escola.

Investigação

A investigação contra as professoras — Sylvia Elizabeth Peixoto Alves, Maria Heloísa dos Santos Pessanha Gama, Heloísa Helena Barreto Lima Rocha e Flávia Danieli Rodrigues Lima — foi feita pela Secretaria Estadual de Educação.

Fonte: Fernando Molica, Informe O Dia

Próximos Eventos