+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Professor do Centro Universitário em SC e empresa Chipus Microeletrônica vencem Prêmio Stemmer de Inovação

O professor Denis Boing, do Centro Universitário de Brusque (Unifebe), na categoria Protagonista da Inovação, e a Chipus Microeletrônica, de Florianópolis, na categoria Empresa Inovadora de micro ou pequeno porte, foram os grandes vencedores do Prêmio Stemmer de Inovação 2015. A 6ª edição da premiação promovida pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) foi realizada na tarde desta segunda-feira, 21, em ato com a presença do governador Raimundo e o presidente da Fapesc, Sergio Luiz Gargioni.

“A inovação é muito forte em Santa Catarina, temos muitas trajetórias de empresas catarinenses que são exemplos de sucesso. Com este prêmio, a Fapesc criou um mecanismo para apoiar e promover novas ideias inovadoras, ações relevantes no Estado em busca do desenvolvimento científico e tecnológico. Em momentos como o que vivemos hoje, a inovação é ainda mais importante. Para vencer a crise econômica, é preciso ser mais eficiente, mais inteligente, mais competitivo. E as pessoas e empresas premiadas aqui estão fazendo isso por Santa Catarina”, destacou Colombo.

Nesta edição, foram inscritos 40 projetos. Também foram premiados segundo e terceiro lugares em cada categoria. O primeiro colocado recebe R$ 60 mil, o segundo R$ 30 mil, e o terceiro R$ 15 mil (veja abaixo todos os ganhadores).

O Prêmio Stemmer foi criado pela Lei Catarinense de Inovação, em 2008, e carrega o nome do professor e pesquisador Caspar Erich Stemmer por sua contribuição para o desenvolvimento da ciência e da inovação. O presidente da Fapesc lembrou que a premiação já contemplou 58 pesquisadores (protagonistas da inovação), empresas e instituições, com valores que ultrapassam R$ 1,38 milhão. “Santa Catarina é um estado tecnológico. Com esta iniciativa, estamos reconhecendo e premiando jovens empreendedores que estão fazendo a diferença em nosso Estado”, acrescentou.

Premiado neste ano na categoria Protagonista da Inovação, o professor Denis Boing, coordenador dos cursos de Engenharia Mecânica e Engenharia da Produção da Unifebe, apresentou um projeto de criação de um centro para relacionamento entre universidade, empresas e estudantes. “Por meio desse novo ambiente, conseguimos desenvolver projetos de pesquisa aplicada, dando oportunidades para acadêmicos trabalharem nestas iniciativas desde os primeiros anos do curso. E o reconhecimento do Governo do Estado valoriza ainda mais nosso trabalho”, explicou.

Vencedora da categoria Empresa Inovadora de micro ou pequeno porte, a Chipus Microeletrônica, de Florianópolis, apresentou o projeto de um sensor magnético integrado, que consome menos energia e promete um desempenho superior. “Essa área de circuitos integrados de microeletrônica é uma área bastante incipiente no país, o que faz o reconhecimento que tivemos hoje seja ainda mais importante”, afirmou o executivo da empresa, Murilo Pilon Pessatti.

Vencedores da categoria Protagonista da Inovação:

1º lugar – Denis Boing, da Fundação Educacional de Brusque, que apresentou a criação do Centro de Tecnologia e Inovação em Fabricação dentro da instituição. O modelo de funcionamento envolve acadêmicos, professores e equipes de engenharia de empresas locais. O centro possui uma grande linha de trabalho em processos de fabricação em usinagem de materiais endurecidos.

2º lugar – Wanessa Rejane Knop Weihermann, da Udesc Joinville, que apresentou o projeto Materiais Poliméricos com Capacidade de Autocicatrização, uma alternativa para a geração de materiais poliméricos mais duráveis e confiáveis, evitando falhas durante o seu uso em aplicações de engenharia.

3º lugar – Genesis Duarte de Oliveira Silva, Rinaldo Puff e equipe, da Whirlpool S.A. – Unidade Embraco Compressores, de Joinville, com a tecnologia Wisemotion, o primeiro compressor hermético sem óleo para aplicações de refrigeração residenciais do mundo. O produto foi lançado em 2014 e as principais áreas de conhecimento envolvidas na inovação são: conceitos em compressores lineares, eletrônica, mecânica, dinâmica de fluidos, acústica, vibração e termodinâmica.

Vencedores da categoria Empresa Inovadora de micro ou pequeno porte:

1º lugar – Chipus Microeletrônica, de Florianópolis, que apresentou como inovação um sensor magnético integrado. O sensor é utilizado na medição de corrente elétrica, medição de posição angular e linear, medição de rotação e detecção de campo magnético terrestre. É o primeiro circuito a integrar monoliticamente em um único chip um sensor de tunelamento magnético e os circuitos de processamento e condicionamento de sinais. Como elimina o uso dos amplificadores de sinal, o chip requer menos potência para operar e, desta forma, contribui também para o uso mais eficiente de energia.

2º lugar – PNP Soluções em Bioengenharia LTDA-ME, de Florianópolis, com a iniciativa InCardio – ECG Veterinário. A telemedicina utilizada no projeto permitiu que clínicas veterinárias do interior tivessem acesso ao serviço de cardiologia veterinária a distância. Trata-se de uma iniciativa relevante também diante de um problema recorrente que é a falta de profissionais especializados longe dos maiores centros.

3º lugar – EcoTextil Industria e Comércio de Máquinas, de Luzerna, no Meio-Oeste, apresentou o projeto Desfiador de tecidos para micro e pequenas confecções. O equipamento prioriza a redução do impacto ambiental do setor econômico de micro e pequenas confecções.

Fonte: SDS-SC

Próximos Eventos