Giro nos Estados

Professor da UFRR lança livro sobre “Vale do Rio Branco: edição especial com estudos críticos”

Nesta quarta-feira (4) no salão Nobre da Reitoria da Universidade Federal de Roraima (UFRR), ocorreu o lançamento da obra “Vale do Rio Branco: edição especial com estudos críticos”, publicação organizada pelos professores Maurício Zouein (UFRR) e Andrea Casa Nova Maia (UFRJ), com apoio da Editora da UFRR e do Núcleo de Pesquisa Semiótica da Amazônia (NUPS).

A solenidade contou a participação do professor doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Johannes Andreas Valentin, que possui pesquisa sobre a fotografia amazônica do alemão George Huebner.

Para que a população conheça a história da Amazônia, o professor e doutor do Curso de Comunicação Social da UFRR, Maurício Zouein, relata que vai disponibilizar a obra em formato digital no site da UFRR e também distribuir vários exemplares de forma gratuita nas escolas do interior do Estado de Roraima, que enfrentam dificuldades para acessar internet.

Sobre a obra – A obra está estruturada em duas bases. A primeira reproduz o conjunto de textos do álbum oficial do início do século XX, sobre o Vale do Rio Branco. A segunda apresenta estudos críticos para desnaturalizar, por meio de uma reflexão contemporânea a produção encomendada pelo então governador do Amazonas, Antônio Constantino Nery. Trata-se de uma edição que traz uma compilação organizada e classificada do trabalho do engenheiro militar Alfredo Ernesto Jacques Ourique de 1906 e do fotógrafo Georg Huebner, que faziam parte da comitiva do então governador do Amazonas, Antonio Constantino Nery. O trabalho tinha a intenção de registrar e documentar a vida ribeirinha, as paisagens naturais, as fazendas existentes, as fronteiras e a população indígena.

O livro traz também ensaios e oferece aos leitores a oportunidade de perceber ou reiterar a importância do Rio Branco e seus afluentes como marca de identidade a tracejar um processo dinâmico de formação de uma região, acolhendo uma pulsante relação social, cultural e de poder em diferentes frentes. A UFRR reconhece e valoriza a publicação, que pode motivar novas pesquisas sobre o processo de produção do conhecimento na Amazônia.

Sinopse – O Governador do Amazonas Antônio Constantino Nery (1859-1924) contrata o fotografo George Huebner para subir o Rio Branco, a  bordo do Vapor Mararyr em 1904, junto com o engenheiro militar Alfredo Ernesto Jacques Ourique (1848-1932), documentaram a vida ribeirinha, as grandes fazendas nacionais do Rio Branco, ‘São Marcos” e “São Bento”, a origem da maior parte da carne que abastecia  Manaus, as ruinas do Forte São Joaquim, a fronteira do Brasil com a Guiana Inglesa, as paisagens naturais e a população indígena. O álbum “Vale do Rio Branco” foi editado em Dresden na Alemanha ficando pronto em 1906, porem foi divulgado apenas em 1908 na exposição Nacional no Rio de Janeiro.

Fonte: UFRR

Próximos Eventos