Giro nos Estados

Presidente da Fapepi recebe superintendente de cooperação técnico-financeira da Secretaria de Governo

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí, Francisco Soares, recebeu nesta semana, em reunião, o superintendente de Cooperação Técnico-Financeira da Secretaria de Governo do Estado do Piauí, Sérgio Miranda. A pauta da reunião foi uma proposta de parceria entre os dois órgãos para o aprimoramento de uma matriz de insumo-produto para o Piauí. Participaram da reunião, também, a diretoria administrativo-financeira, a diretoria técnico-científica e assessoria jurídica da Fapepi.

Segundo Sérgio Miranda, o documento “é um poderoso instrumento de planejamento econômico e ajuda a quantificar o impacto de políticas públicas ou investimentos privados na formação da renda de um país, estado ou região”. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) faz o cálculo da matriz nacional, mas não dos estados.

Já existe uma versão preliminar do documento, elaborada pelo Prof. Dr. Pasquale Scandizzo, pesquisador da Universidade de Roma e consultor do Banco Mundial. A iniciativa de elaboração do documento partiu do Banco Mundial que está preparando uma matriz para avaliar o impacto das políticas que estão sendo financiadas pela instituição na formação de renda.

A proposta é de que esta matriz feita pelo Prof. Pasquale seja submetida, em duas etapas, a autoridades científicas do estado que poderão avaliar e corrigir discrepâncias nos dados.

Sérgio Miranda explica que a matriz de insumo-produto é um importante documento, “pois ajuda a identificar o peso de cada setor na formação da renda e do produto de uma economia. Com uma matriz dessas é possível avaliar previamente o impacto de determinadas políticas publicas, inclusive estimando qual ação contribuirá mais para aumentar a renda, ajudando assim na tomada de decisão por parte do governo do estado”.

O presidente Francisco Soares afirma que a parceria é relevante, pois tem em vista o desenvolvimento do Piauí. “Pelo know-how que temos de organizar editais, seleção de bolsistas, é importante uma parceria como essa que visa principalmente a questão do desenvolvimento do estado, através de financiamento que é o que está se propondo”, diz Soares.

Segundo o superintendente, depois de finalizada, a matriz será um documento público, estando assim à disposição de autoridades governamentais, universidades e a sociedade em geral.

Fonte: Fapepi

Próximos Eventos