Giro nos Estados

Presidente da Fapeg busca parceria com a Sudeco

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Robson Domingos Vieira, o diretor Científico e de Inovação, Marcos Arriel, e o chefe de gabinete da Representação do Governo de Goiás no Distrito Federal, Breno do Carmo Moreira Vieira, participaram nesta quinta-feira, dia 8 de agosto, de reunião, em Brasília, com o superintendente de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), Nelson Vieira Fraga Filho, e o diretor de Planejamento e Avaliação da instituição, João Balestra.

O presidente da Fapeg apresentou uma carteira de projetos no eixo Ciência, Tecnologia e Inovação, para que seja avaliada a possibilidade de parcerias. São projetos de ações estratégicas voltados à superação de desafios que vão gerar soluções inovadoras capazes de proporcionar um ambiente competitivo e de oferecer um significativo crescimento econômico e social para o Estado de Goiás. Os diretores da Sudeco vão avaliar a demanda de Goiás devido à grande importância dos projetos, com o compromisso de implementar alguns deles.

Projetos em destaque
Centro de Excelência em Inteligência Artificial – a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goias (Fapeg), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação do Estado de Goiás (Sedi) e Universidade Federal de Goiás (UFG) propõem a criação de um Centro de Excelência em Inteligência capaz de gerar massivamente competências nessa área e soluções novas e agregadoras de valor para as empresas goianas terem destaque a nível nacional e internacional. Com isso, o estado de Goiás poderia passar a ser referência em tecnologia e inovação; aumentar o número de pesquisadores e graduados em inteligência artificial; tornar as empresas centro oeste mais competitivas no mercado; aumentar o número de startups de base tecnológica; atrair grandes empresas para o estado e; modernizar e aumentar a eficiência do Governo Estadual.

Centro de Excelência em Internet das Coisas (IoT) para o Agronegócio – a ideia é criar um grande laboratório de agricultura digital com 400 mil hectares com alta conectividade para desenvolvimento e validação de tecnologias para o agronegócio. Especificamente, desenvolver produtos inovadores para agricultura, pecuária e silvicultura envolvendo empresas do ecossistema agrotech, produtores rurais e instituições de ensino e pesquisa por meio da conectividade da internet das coisas, veículos autônomos, software e aplicativos, sensores remotos e técnicas de agricultura de precisão.

Inovação na Agricultura e Desenvolvimento Sustentável – Operacionalizar uma Central de Serviços Laboratoriais para Agricultura que visa atender as demandas provenientes do setor agrícola na produção ou no beneficiamento.

Expansão da Pesquisa e da Transferência de Tecnologia na Pecuária – Garantir a realização contínua das análises para a cadeia produtiva do leite do estado de Goiás. Desenvolver atividades de pesquisa para o melhoramento genético de gado leiteiro no estado de Goiás.

Fonte: FAPEG

Próximos Eventos