+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Giro nos Estados

Prêmio valoriza trabalhos científicos e jornalísticos de Santa Catarina

Com inscrições prorrogadas até 14 de julho, o Prêmio Valorização da Biodiversidade de Santa Catarina vai premiar reportagens impressas e publicações científicas de pesquisadores, professores e alunos de pós-graduação sobre plantas nativas do Estado e temas correlatos, conforme detalhado na Chamada Pública disponível em http://www.fapesc.sc.gov.br/arquivos/30032010cp_02_2010_premio_bio.pdf

Para cada uma das 3 categorias (detalhas ao final), haverá três prêmios, totalizando nove premiados. Os primeiros colocados de cada categoria receberão R$10 mil, além de passagens Florianópolis-Rio de Janeiro (ida e volta) para visitarem o Sítio de Roberto Burle Marx. Os trabalhos ganhadores integrarão uma coletânea impressa.

A avaliação dos trabalhos apresentados será feita por consultores ad hoc e coordenada por uma comissão interinstitucional vinculada ao Projeto ACORDE Plantas Nativas, do qual participam Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Secretaria de Planejamento, da Educação, da Agricultura e do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma), Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Instituto Consultor Social, Polícia Ambiental e Secretarias de Desenvolvimento Regional.

Com uma sigla baseada no lema Ação Conjunta de Revitalização e Desenvolvimento, o ACORDE já promoveu o plantio de mudas em 170 escolas públicas e prevê outras ações institucionais, como a edição (ou reedição) de livros científicos sobre plantas nativas catarinenses.

Contextualização
O ano de 2010 foi declarado pela Organização das Nações Unidas como o Ano Internacional da Biodiversidade, com o propósito de aumentar a consciência pública sobre a importância da preservação da biodiversidade, por meio de ações internacionais, regionais e locais.

Neste sentido, o Governo de Santa Catarina manifestou interesse em estabelecer uma política pública destinada a promover o estudo, o cultivo, o plantio e a valorização de plantas nativas no meio ambiente urbano e rural do Estado, mediante o Decreto Estadual nº 2.634, de 21 de setembro de 2009. Em janeiro de 2010, a Lei nº 15.079 oficializou o Prêmio Valorização da Biodiversidade de Santa Catarina, que neste ano contempla artigos científicos e matérias publicadas em mídia impressa. Nas próximas edições, pretende-se premiar notícias veiculadas em meios eletrônicos.

Categorias
Cada candidato poderá inscrever apenas um trabalho em uma das categorias seguintes:

1) Categoria Roberto Miguel Klein: trabalho de pesquisa científica, monografia ou reportagem jornalística voltados à ecologia, biodiversidade, preservação ou conservação de plantas nativas do estado de Santa Catarina.

2) Categoria Raulino Reitz: trabalho de pesquisa científica, monografia ou reportagem jornalística voltados à recuperação e à conservação de matas ciliares e da vegetação atrelada a recursos hídricos.

3) Categoria Burle Marx: trabalho de pesquisa científica, monografia ou reportagem jornalística nas áreas de conservação da biodiversidade urbana e do paisagismo ecológico.

Para saber mais sobre esta Chamada Pública, ligue para a bióloga Márcia Patrícia Hoeltgebaum no (48) 3215 1210 ou envie e-mail para marcia@fapesc.sc.gov.br.

Fonte: Heloisa Dallanhol / Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica de Santa Catarina

Compartilhe:

    Próximos Eventos