Giro nos Estados

Pesquisadores científicos visitam secretário Chico Dantas

Representantes da comunidade científica de Sergipe estiveram nesta quinta-feira, 23, na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), a fim de se reunirem com o secretário Chico Dantas. Os pesquisadores, membros da Associação Sergipana de Ciência (ASCI) fizeram questão de se apresentar ao auxiliar de governo, a fim de estreitar os laços entre a comunidade e o poder executivo, visando auxiliar no processo de desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação no Estado.

A reunião que teve à frente o presidente da ASCI, Edilson Divino, contou com a participação de pesquisadores da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Universidade Tiradentes (Unit), Embrapa, Instituto Tecnológico de Pesquisa (ITP) da Unit e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS). “Estamos nos colocando à disposição do Governo de Sergipe para juntos pensarmos no planejamento estratégico para a área de ciência, tecnologia e inovação no Estado e promovermos uma revisão no Plano Estadual de CT&I, elaborado há sete anos, em 2008”, destacou Edilson que é professor da UFS na área de genética e evolução.

De acordo com ele, foram muitos os avanços observados na área durante esse período. “Saltamos de 300 para 1.500 doutores no Estado, sendo 950 doutores somente na Universidade Federal de Sergipe, além de 10 programas de pós-graduação na época, para 60 contabilizados atualmente”, comemorou ao destacar que a Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica de Sergipe (Fapitec) tem feito um excelente trabalho em prol do fortalecimento da ciência e tecnologia no Estado. “Esperamos que todas as secretarias possam interagir com a comunidade científica local, a fim de promover uma articulação ainda maior com o Governo de Sergipe”, reforçou.

Foi com muita satisfação que o secretário Chico Dantas recebeu os pesquisadores e de imediato propôs realizar uma conferência com a participação de todas as instituições envolvidas com o tema em Sergipe, a fim de discutir idéias e propor sugestões para a melhoria das atividades relacionadas à área em Sergipe. “Precisamos conversar juntamente com nossas vinculadas, ITPS, Fapitec, SergipeTec e com as instituições envolvidas no processo de pesquisa no Estado, a fim de voltar toda essa inteligência para o desenvolvimento de Sergipe”, afirmou.

Fonte: SEDETEC-SE

Próximos Eventos