Giro nos Estados

Pesquisadora de Iniciação Científica do AM vai para Universidade de Pandova, na Itália

A bolsista do Programa de Apoio à Iniciação Científica (Paic), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), Valéria Pacheco, é uma das contempladas pelo Programa ‘Ciência sem Fronteiras’, que levará a estudante a cursar os dois últimos períodos do curso de Enfermagem, na Itália.

Isso fará com que a estudante da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) seja inserida em pesquisas científicas desenvolvidas pela Universidade de Estudos de Padova, instituição em que será bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O programa é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) em conjunto com o Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do Ministério da Educação (MEC).

A estudante viaja no próximo dia 24 de agosto para a Itália, onde irá passar 11 meses. De acordo com a universitária, um dos fatores que lhe ajudaram a ganhar a bolsa foi o fato de ter desenvolvido trabalho na área de Iniciação Científica (IC). “Depois que comecei na IC, a minha curiosidade aumentou tanto na parte da pesquisa, quanto pela vontade de conhecer outros projetos. Eu vi um folder na faculdade, que diziam quais eram os pré-requisitos para participar, e um deles era possuir a iniciação científica”, pontuou.

Estudo sobre autoexame das mamas

Acadêmica do 7° período do curso de Enfermagem da Ulbra, ela realizou durante a 1ª edição do Paic 2011 e 2012 na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), o estudo intitulado ‘O Autoexame de Mamas e o Tempo para Busca de Serviço de Saúde de Referência na Cidade de Manaus-AM’. A pesquisa consistiu em investigar o tempo que a mulher leva para procurar assistência, após detectar algo nos seios.

A pesquisa contou com o financiamento do Governo do Estado do Amazonas, por meio da FAPEAM, via Programa de Apoio à Iniciação Científica.

O trabalho já foi encerrado e esteve em exposição na 1ª Jornada Científica da FCecon, realizada na semana passada, com apresentação oral de pesquisadores de IC, exposição de banners. A pesquisa será levada também ao conhecimento do grande público em Manaus, no mês de outubro, durante a Semana Estadual de Ciência e Tecnologia, coordenada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI-AM)

Repercussão nacional

Conforme a estudante, o trabalho realizado no Paic, também será apresentado no Congresso Brasileiro de Enfermagem, realizado no mês de setembro, em Porto Alegre (RS). Pacheco disse ainda que ingressar no programa de iniciação científica foi um dos marcos em sua vida acadêmica e ressaltou que o Paic abre novos horizontes no campo da pesquisa.

“A oportunidade dos alunos de fazer iniciação científica é importante, pois podemos conseguir algo inesperado, além de contribuir com a pesquisa para o desenvolvimento do nosso Estado”, ressaltou.

Resultados

Durante a pesquisa foram investigadas 158 mulheres com diagnóstico de câncer de mama, com idade média de 51 anos, sendo que mais de 41% eram moradoras do interior do Amazonas, e 55% admitiram conhecer o autoexame. Questionadas se o praticavam 82% afirmaram que sim.

O estudo também apontou que 45% das mulheres informaram realizar apenas duas vezes por mês o autoexame. E uma fatia de 58% das entrevistadas foi motivada a procurar o serviço da saúde.

Expectativas para o Programa Ciência sem Fronteiras

A universitária revelou que as expectativas são altas em relação ao Programa ‘Ciência sem fronteiras’. “Os cursos em que eu me inscrevi foram relacionados com assuntos ligados ao câncer. Com essa viagem, eu vou poder me aprofundar mais sobre o tema e com certeza nós vamos ter uma fonte valiosa de informações, além da troca de conhecimento”, destacou.

Sobre o Paic

Financiado pelo Governo do Amazonas, por meio da FAPEAM, esse programa consiste em apoiar, com recursos financeiros e bolsas institucionais, estudantes de graduação interessados no desenvolvimento de pesquisa em instituições públicas e privadas do Amazonas.

Fonte: Esterffany Martins/Agência Fapeam

Próximos Eventos