+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Pesquisadora amazonense aborda doenças tropicais na Alemanha

Projetos de pesquisa sobre doenças tropicais como hanseníase, leishmaniose, micoses subcutâneas, além de doenças sexualmente transmissíveis, como Aids, entre outras, serão apresentados pela médica amazonense, Carolina Talhari, no congressoInternational Summer Academy of Practical Dermatology,  na cidade de Munique, na Alemanha.

A médica é doutora em Medicina Tropical e trabalha na Fundação de Dermatologia Tropical e Venereologia Alfredo da Matta (Fuam), possui  especializações em Dermatologia, pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e pelo Departamento de Dermatologia da Heinrich-Heine Universität, Düsseldorf, na Alemanha.

No evento, Talhari, ministrará aulas sobre o panorama das doenças dermatológicas tropicais mais recorrentes na região Amazônica, assim como pretende expor os projetos sobre a temática, que estão em andamento na fundação.

“O congresso é um evento internacional que faz parte do calendário anual de atividades da Sociedade Internacional de Dermatologia, por isso o encontro reunirá dermatologistas do mundo inteiro que não só ministrarão aulas, mas participarão de sessões interativas, nas quais diversas linhas de pesquisa serão discutidas”, disse a médica.

PROPAGAÇÃO DE CONHECIMENTO

A pesquisadora explicou que um dos pontos positivos da participação em um evento desse porte é a possibilidade da divulgação internacional do trabalho realizado no Amazonas, em especial, trabalhos de pesquisa desenvolvidos na Fuam. “Disseminar os avanços obtidos nos diagnósticos e tratamentos de doenças dermatológicas tropicais e buscar a consolidação de parcerias internacionais em intercâmbio de médicos residente são de suma importância para a área”, ressaltou.

Segundo Talhari, no Estado do Amazonas ocorrem muitas das doenças tropicais estudadas pela dermatologia e a Fuam é responsável por grande parte das pesquisas realizadas na região. A médica ressaltou que o evento contará com a participação da médica Danielle Westphal, residente da Fuam, que irá como bolsista do Programa de Estudos para Jovens Profissionais (Young Professional Development Programme).

“As pesquisas sobre doenças tropicais na região estão sendo apoiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pela Fundação Novartis”, declarou.

Fonte: SECTI-AM

Próximos Eventos