Giro nos Estados

Pernambuco lança novo Programa de Acesso ao Ensino Superior

A Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, acompanhou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, nesta segunda-feira (30), durante o lançamento do novo Programa de Acesso ao Ensino Superior. A solenidade, que aconteceu na sede da Escola de Referência em Ensino Médio Ginásio Pernambucano, localizado na Cruz Cabugá, contou com a participação de outros secretários e representantes de órgãos e instituições de ensino. O Programa é coordenado pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE), órgão ligado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

Na ocasião, o chefe do executivo, destacou a importância da educação na vida dos jovens. “Desde a época de Eduardo Campos, sempre acreditamos que educação era, sim, o caminho para um futuro digno e melhor. Há 10 anos tínhamos a pior educação do país e, hoje, depois de muito foco e trabalho, somos os melhores. Diminuímos a taxa de evasão escolar e, além de já ter encaminhado mais de cinco mil alunos para fazer intercâmbio fora do país, temos o melhor Índice de Desenvolvimento do Brasil (Ideb)”, destacou Paulo Câmara, ao destacar que Pernambuco tem, sim, o melhor ensino do país.

“Espero que vocês nunca desistam de se formar no padrão de excelência que o mundo moderno exige. Hoje vocês têm a oportunidade de trafegar no universo que vai preparar cada um para a vida e, esse universo, é justamente a pesquisa. Agarrem todas as oportunidades porque tenho certeza que será através delas que vocês terão acesso ao conhecimento e, consequentemente, a vida digna”, destacou Lúcia Melo.

O Programa possui dois grandes eixos de ação: mobilizar a participação dos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e no exame do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) e apoiar financeiramente os estudantes de baixa renda da Rede Estadual de Educação após o ingresso no Ensino Superior das Redes Públicas Estadual e Federal. Para isso, serão ofertadas 1.000 (mil) bolsas para estudantes da Rede Pública Estadual de Educação, além de fortalecer o programa Bolsa de Incentivo Acadêmico (BIA).

O pacote de ações que contempla o Programa vai desde o apoio à participação dos estudantes no ingresso ao ensino superior até o apoio financeiro. No caso do apoio financeiro, serão oferecidas duas bolsas: uma para manutenção e outra para apoio à permanência do estudante na instituição, podendo ser recebidas cumulativamente durante o primeiro ano da graduação. No primeiro ano o valor total da bolsa é de até R$ 950,00 e no segundo ano de R$ 400,00, pagos mensalmente ao estudante. A iniciativa pretende apoiar o estudante financeiramente para que possa arcar com despesas básicas no início do curso superior, especialmente moradia, alimentação e material didático.

Estão aptos a participar estudantes com renda familiar de até dois salários mínimos, além de ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública da Rede Estadual. Como critério classificatório das vagas ofertadas no Programa, serão selecionadas as 1.000 (mil) maiores notas dos estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) ou o exame do Sistema Seriado de Avaliação (SSA).

Fonte: SECTI PE

Próximos Eventos