+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Pedagogia e Letras Inglês da UnB são avaliados com nota máxima

Os cursos de Pedagogia diurno e de Letras, habilitação Inglês, da Universidade de Brasília receberam a qualificação máxima no Conceito Preliminar de Curso (CPC) do Ministério da Educação (MEC). A avaliação foi feita para renovação de reconhecimento das graduações.

Os conceitos das graduações, ambas apresentavam nota 3 nas últimas visitas do MEC, subiram para 5, a menção máxima.

As notas foram atribuídas após análise da documentação dos cursos e visita técnica, no mês de agosto, para verificar as instalações e a infraestrutura e realizar entrevistas à comunidade acadêmica das licenciaturas.

A avaliação faz parte do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), que é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC). Os aspectos ponderados pelos avaliadores são: corpo docente e tutorial, organização didático-pedagógica e infraestrutura.

PEDAGOGIA – A coordenadora do curso de Pedagogia, Ana Maria de Albuquerque Moreira, acompanhou a visita dos supervisores do MEC, realizada entre os dias 17 e 20 de agosto. O curso obteve suas maiores notas em aspectos relacionados à equipe de docentes e à organização didático-pedagógica.

“Nossos professores possuem dedicação exclusiva, se aplicam à extensão e possuem uma elevada e muito bem qualificada pesquisa na área da Educação. Isso faz diferença para a qualidade do curso”, aponta Ana Maria. O corpo docente da licenciatura é composto por 89 professores, sendo que destes, 97,7% são doutores.

Sobre o projeto pedagógico, o relatório do Inep destaca: “o curso trabalha com uma metodologia diversificada a partir da realização de projetos, estudos independentes e atividades de ensino, extensão e pesquisa, que possibilita a interdisciplinaridade e a flexibilização do currículo”, menciona o documento.

Esta é a quarta vez que a licenciatura da Faculdade de Educação é avaliada pelo MEC. O curso, implantado em 1962, teve seu primeiro reconhecimento em 1972. Mas tarde, em 2008, a graduação foi novamente visitada pelos supervisores do Inep e avaliada com nota 4. A última visita foi realizada em 2011, quando a menção final do curso chegou a 3.

LETRAS INGLÊS – A comunidade do curso de Letras recebeu a visita dos consultores do Inep entre os dias 20 e 23 de agosto. O relatório técnico do instituto destacou, entre outros aspectos, a produtividade dos professores da graduação. “Todos os docentes apresentam uma elevada produção científica nos últimos três anos”, aponta o documento.

Para a coordenadora do curso, professora Joara Martin Bergsleithner, a alta produtividade acadêmica dos professores se deve ao regime de trabalho a que estão inseridos. “Todos os docentes do curso Letras Inglês trabalham em dedicação exclusiva”, ressalta.

Outro fator relevante, segundo a coordenadora, seria a qualificação dos profissionais. De acordo com os dados do Inep, o corpo docente do curso é composto por 31 professores, sendo que destes, 91% são doutores e 9% mestres.

A aplicação dos professores também é um ponto relevante. “Os professores ministram aulas na Pós-graduação, participam de grupos de pesquisa e coordenam projetos vinculados ao PIBID, ao Procedência, ao PIBIC e ao Inglês Sem Fronteiras”, diz o relatório.

Fonte: UnB

Próximos Eventos