+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Parque Tecnológico projetado pela UFPI será apresentado hoje (4) à Rede Pensa Piauí

A Rede Pensa Piauí (RPP), que reúne destacadas lideranças das mais diversas áreas do estado, vai conhecer hoje os detalhes do projeto de Parque Tecnológico desenvolvido pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). A apresentação terá à frente o reitor Gildásio Guedes, para quem o Parque Tecnológico não é só um projeto da UFPI, mas uma demanda de toda a sociedade piauiense. O encontro será transmitido por canal no Youtube a partir das 19h.

O Parque Tecnológico foi pensado para ser implantado em duas etapas. A primeira, ainda este semestre, será a constituição formal, ocupando áreas dentro do próprio campus da Ininga. A segunda fase será a construção da Cidade Tecnológica, em área de 61 hectares na Ulysses Marques, entre o Colégio Técnico e a avenida presidente Kennedy. A Cidade Tecnológica vai ser o local para laboratórios, grupos de pesquisas e instalação de empresas de base tecnológica.

WhatsApp_Image_2021-08-04_at_10.15.42.jpeg

Reitor da UFPI Gildásio Guedes


“Tenho certeza, o Parque será um antes e um depois tanto para a Universidade como para todo o estado do Piauí”, destaca Gildásio. Ele chama atenção para o poder transformador de uma iniciativa como esta. “Gera riqueza, gera emprego, e emprego de qualidade”.

Projeto de muitas vozes 

O reitor da UFPI lembra que o trabalho de elaboração do projeto foi realizado com a participação das mais diversas vozes da sociedade, incluído representantes da própria RPP. Também participaram das discussões instituições como Governo do Estado, Prefeitura de Teresina, Sebrae e representantes do terceiro setor.

“A UFPI foi catalizadora do processo e agora coloca o projeto nas mãos da própria sociedade piauiense”, enfatiza. Para o reitor, essa contribuição é inerente aos compromissos de uma instituição como a Universidade. “O que cabe à UFPI é pensar a nossa realidade, pensar o Piauí e oferecer caminhos. É o que estamos fazendo com o Parque Tecnológico, que tem tudo para promover uma inflexão na vida econômica e social do estado”, diz Gildásio.

O projeto, que já foi apresentado aos gestores de instituições de ensino e pesquisa, será levado ao governador Wellington Dias, ao prefeito Dr. Pessoa, aos parlamentares estaduais e federais e ainda a setores como indústria, comércio e agricultura.

Fonte: UFPI em 04/08/2021

Próximos Eventos