+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Parceria entre SECTI, FACEPE, UPE E STELLANTIS consolida Pernambuco na vanguarda de novas tecnologias globais para indústria automotiva

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), a Universidade de Pernambuco (UPE) e a Stellantis apresentaram, na última quinta-feira (29), os resultados da Residência Tecnológica em Ciência de Dados e Analytics para Indústria Automotiva. Ao longo de oito meses, em uma carga horária de 360 horas, estudantes de pós-graduação e profissionais do Polo Automotivo Jeep, em Goiana, foram qualificados e desenvolveram quatro projetos estratégicos que solucionam desafios produtivos e ampliam a competitividade e a qualidade da manufatura de veículos.

As novas soluções e tecnologias estruturadas na Residência Tecnológica reforçam a posição de vanguarda de Pernambuco na indústria automotiva e têm potencial para serem exportadas e adotadas em escala global pelo setor.

“Esta iniciativa mostra o grau de amadurecimento da atuação em rede do Poder Público, academia e setor produtivo em nosso Estado. A Stellantis, o Governo de Pernambuco e a UPE deram um passo decisivo para o fortalecimento de uma cultura de integração. De troca e produção conjunta de novos conhecimentos. De formação de capital humano altamente qualificado para atender às novas demandas do mercado. E de capacidade de firmar parcerias estratégicas para consolidar a CT&I como vetores de aumento de produtividade e geração de novas oportunidades”, destaca o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lucas Ramos.

“A inovação está no DNA da Stellantis e esse modelo de inovação colaborativa nos ajuda a acelerar nossos processos e a criar oportunidades de desenvolvimento. Mobilizar parceiros em um processo de cocriação de soluções nos traz agilidade e vantagens competitivas em um mercado em transformação acelerada”, destaca Juliana Coelho, Gestora do Polo Automotivo de Goiana.

A Residência Tecnológica em Ciência de Dados e Analytics para Indústria Automotiva foi também determinante para estruturação do Programa de Residências Tecnológicas (Resitec), uma das ações que integram o Forma.AI, maior política pública de formação de pessoas nas habilidades de futuro da história de Pernambuco. O modelo da parceria serviu como base para o programa que conta com R$ 1,32 milhão em investimentos para apoiar jornadas de capacitação que irão beneficiar 300 pessoas diretamente, entre estudantes de pós-graduação e trabalhadores de setores produtivos que desejam se qualificar ou reposicionar suas carreiras.

O programa de residência nasceu de uma proposta apresentada pela Stellantis e aprovada por meio do edital do Programa de Apoio a Parcerias para Inovação Tecnológica e Formação Qualificada – PITEC nº 13/2019 da Facepe. A residência foi formatada pela UPE para atender demandas específicas da planta Jeep e desenvolver soluções inovadoras por meio de análise de dados coletados diretamente das operações da fábrica.

Participaram oito estudantes de Pós-Graduação da UPE, aprovados em uma seleção pública que envolveu 102 candidatos, sob a coordenação do Prof. Alexandre Maciel, e quatro colaboradores da Stellantis. Foram desenvolvidos quatro projetos nas áreas de Processos, Qualidade, Logística e Manutenção, respectivamente: Análise e Diagnóstico das Interrupções produtivas; Controle de Qualidade por visão Computacional; Clusterização Geoespacial e Otimização de Rotas – omniBUS; e Modelagem de confiabilidade e probabilidade de quebras em Pinças de Solda.

Fonte: SECTI PE em 04/08/2021

Próximos Eventos