+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Parceria com Suécia pode beneficiar setor aeronáutico de Minas Gerais

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) recebeu, hoje (10), uma comitiva da KTH – Royal Institute of Technology, universidade da Suécia com foco em ensino e pesquisa na área de Engenharia. Eles vieram ao Estado discutir possibilidades de parceria entre as instituições, especialmente no campo da Engenharia Aeronáutica e de Veículos. Também participaram da reunião representantes da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), das universidades federais de Minas Gerais (UFMG) e Uberlândia (UFU), e da empresa Embraer.

Como explica o presidente da FAPEMIG, Mario Neto Borges, um memorando de entendimentos foi assinado com a KTH em março do ano passado. Esse acordo prevê o financiamento de projetos de pesquisa em conjunto, intercâmbio de pesquisadores, treinamentos, seminários, entre outras atividades. “O momento, agora, é de definir como essa parceria será concretizada. É importante, assim, que pesquisadores suecos e mineiros conversem para apresentar à FAPEMIG propostas que atendam às necessidades de ambos os lados e que resultem em projetos robustos, que farão o conhecimento avançar”, diz.

Dan Zenkert, professor da KTH e coordenador do departamento de Engenharia Aeronáutica e de Veículos, destacou que o Brasil é um dos países em foco no programa de internacionalização da universidade. Ele contou que, apenas no departamento que coordena, existem oito grupos de pesquisa fortes que desejam estruturar parcerias com equipes do Estado. Os professores Lázaro Donadon, da UFMG, e Odenir de Almeida, da UFU, também apresentaram as linhas de pesquisa na área e os projetos em desenvolvimento em suas respectivas instituições.

Sérgio Lourenço, da Sectes, destacou o projeto do polo aeroespacial de Minas Gerais, iniciativa que envolve cinco municípios, cada um com uma expertise: Lagoa Santa, Itajubá, Diamantina, Uberaba e Tupaciguara. Por fim, Giuliano Mendonça, da Embraer, falou sobre as atividades da empresa, especificamente sobre a unidade localizada em Belo Horizonte, que tem como foco o desenvolvimento de novos projetos. As apresentações ilustraram as possibilidades existentes em Minas.

Da FAPEMIG, a comitiva seguirá para a UFMG, onde conhecerá alguns laboratórios. O diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fundação, Evaldo Vilela, fala que agora é aguardar o encaminhamento das propostas para análise. “Agora que todos se conhecem, devem se articular e pensar como podem cooperar. A FAPEMIG ficará aguardando, pois espera fazer parte desse trabalho”.

A FAPEMIG possui, hoje, parceria com 21 instituições de diferentes países. Para conhecer esse trabalho, acesse http://www.fapemig.br/parcerias-internacionais/

Fonte: Fapemig

Próximos Eventos