Giro nos Estados

Pará lançam edital para incentivar projetos empresariais inovadores

Promover o aumento das atividades de inovação e a competitividade das empresas e da economia, ao apoiar o desenvolvimento de produtos e processos inovadores com a concessão de recursos econômicos, é o objetivo do Programa de Incentivo à Inovação em Microempresas e Empresas de Pequeno Porte – InovaPará/Tecnova, desenvolvido pela Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa (Fapespa) e Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O edital do Tecnova, nº 003/2014, já foi lançado.

Para participar do programa, as empresas devem elaborar projetos ligados às temáticas de petróleo e gás, energias alternativas, Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC), mineração, agricultura e pecuária, pesca e aquicultura, bionegócios e sustentabilidade ambiental. Também é necessário que a empresa proponente seja brasileira, esteja sediada no Pará e tenha receita bruta anual igual ou inferior a R$ 3,6 milhões, dentre outras determinações exigidas pelo Tecnova Pará.

Cada empresa pode submeter até duas propostas ao edital, sendo que cada projeto deve ter coordenadores e objetivos distintos. O valor solicitado para a execução dos projetos poderá ser de no mínimo R$ 180 mil, e no máximo R$ 600 mil. O Estado investirá no programa R$ 10,8 milhões, destinados ao desenvolvimento dos projetos.
Propostas – Os interessados em submeter projetos ao edital deverão acessar a página do SigFapespa, de 13 de fevereiro até 27 de março. As empresas não cadastradas no sistema devem enviar o formulário, disponível no Anexo II do certame, devidamente preenchido, para o e-mail dicet@fapespa.pa.gov.br. As empresas também precisarão entregar documentação complementar impressa, prevista no edital, no protocolo da Fapespa, na Travessa 09 de Janeiro, nº 1.686, bairro São Brás, até o quinto dia útil, a contar do dia da inscrição on line.
A seleção das propostas acontecerá a partir de análises e avaliações comparativas, por meio das seguintes etapas: Enquadramento; análise pelos consultores ad hoc; julgamento e classificação pelo comitê avaliador, e avaliação pelo comitê gestor.
Os critérios de julgamento das propostas são baseados na conformidade ao objetivo; estágio de desenvolvimento do produto; grau de inovação para o mercado regional, nacional ou internacional, e risco tecnológico; capacitação técnica da equipe executora; adequação da metodologia, infraestrutura, orçamento do projeto e do cronograma físico do projeto.
O resultado preliminar da submissão das propostas está previsto para 4 de abril, e o resultado final deverá ser divulgado a partir de 17 de abril. As informações detalhadas do Tecnova Pará estão presentes aqui.
Fonte: SECTI-PA

Próximos Eventos