Giro nos Estados

Painel sobre startups reforça integração entre Israel e RS

O Painel “Israel: o país da inovação” que apresentou o cenário vivido em Israel que é reconhecido mundialmente como um centro de excelência na criação de empresas de inovação, as chamadas startups, aconteceu na noite da última quarta-feira, (27), na sede da Federação Israelita do Rio Grande do Sul(FIRS). O evento contou com a participação de grandes nomes de referência internacional no que diz respeito ao cenário israelense frente à tecnologia e inovação, estiveram presentes a secretária adjunta da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, Ghissia Hauser, o Secretário de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano, Luiz Carlos Busato e o diretor do Badesul, José Hermeto Hoffmann.

Ghissia deu início ao painel e ressaltou a vontade e disponibilidade vista em Israel em fazer parcerias com empresas brasileiras. “A nossa ideia é investir em propostas de parceria entre empresas e universidades com o foco na ciência e na tecnologia. Queremos cada vez mais ampliar essa parceria entre Brasil e Israel”, enfatizou a secretária.

Segundo José Hermeto Hoffmann, Israel é o exemplo concreto de que nas condições mais adversas é possível encontrar soluções favoráveis. “A agricultura em Israel é uma prova que não há limites que não possam ser superados. O objetivo é alcançar uma alta produtividade com cada vez menos água e uma maior captação de gás carbônico do ar. O trigo de Israel, por exemplo, capta o dobro de gás carbônico do ar do que o trigo brasileiro”, ressaltou.

Shmuel Yerushalmi, Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Israel-Brasil falou que o grupo israelense está no Brasil para mostrar como Israel se transformou de um país de cítricos, para um país de alta tecnologia. “Por exemplo, 1 m² de cítrico pode produzir US$ 100/ano, enquanto, 1 m² de tecnologia pode produzir US$ 100 mil/ano. O saber é a parte mais importante e é a parte que precisa ser exportada”, explicou Shmuel.

Entre os convidados estiveram presentes Benjamim Soffer – Diretor da Universidade Technion (Haifa), Yaacov Michlin – Gestor do Grupo Yssum da Universidade Hebraica de Jerusalém, Nitza Kardish – CEO da Incubadora Mofet B da Yehuda Venture Accelerator e o Dr. Larry Loev – Diretor de Desenvolvimento de Negócios de Engenharia e Ciências Físicas – Ramot.

Cada um dos painelistas israelenses apresentou sua percepção das possibilidades de contribuição para o Estado e da satisfação por se encontrar com a comunidade judaica forte e organizada.

Fonte: SCIT RS

Próximos Eventos