Giro nos Estados

Novo Reitor da Universidade Federal de Sergipe torna-se membro do Conselho do ITPS

O novo reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Ângelo Roberto Antoniolli, deu inicio às suas atividades na manhã desta segunda-feira, 26, com a sua posse como membro do Conselho do Instituto Tecnológico e de Pesquisa do Estado de Sergipe (ITPS), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec). Na primeira reunião, Antoniolli pode conhecer os números do Instituto e discutir projetos futuros com os demais membros do Conselho.

Segundo o reitor, a UFS dará continuidade ao crescimento, assumindo seu papel no desenvolvimento social. “Fazer parte do Conselho representando a Universidade é muito importante porque sempre pautamos os assuntos científicos e tecnológicos. Estamos focados no desenvolvimento do Estado e dialogamos com a Secretaria sobre a importância de buscar ações específicas nos setores. Por isso nossa presença é muito pertinente, assim como nosso papel na tecnologia em Sergipe. Estamos muito entusiasmados, apostando na integração ainda mais intensa entre as instituições e acreditando nesse novo momento entre a Universidade e a sociedade”, destaca Ângelo Antoniolli.

O secretário da Sedetec e presidente do Conselho do ITPS, Saumíneo Nascimento, parabenizou e agradeceu os serviços prestados pelo professor doutor Josué Modesto dos Passos Subrinho, enquanto conselheiro e reitor da UFS, e desejou sucesso a Ângelo Roberto Antoniolli. “Desejamos ao novo conselheiro e novo reitor da UFS êxito e sucesso na missão de conselheiro do ITPS”.

Durante a reunião também foram apresentados os números do balancete referente ao ano de 2012 e discutido o edital de Programa de Bolsas do Pronametro – Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Metrologia, Qualidade e Tecnologia – do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O objetivo do programa é conceder bolsas e apoiar a realização de variadas atividades para o desenvolvimento de temas no âmbito da Metrologia, Avaliação da Conformidade, Qualidade e Tecnologia.

De acordo com o diretor-presidente do ITPS, José do Patrocínio Alves, as bolsas variam de R$ 3 mil a R$ 15 mil. “A ideia é desenvolver ainda mais atividades em parceria com o ITPS trazendo, inclusive, pesquisadores do exterior para o Estado”, explica. Os temas de interesse do Inmetro para as pesquisas são, dentre outros, telecomunicações, eletricidade, mecânica, metrologia legal, qualidade e inovação tecnológica.

Para mais informações sobre o Pronametro, basta acessar o link: www.feesc.org.br/site/files/noticias/pronametro.pdf

Fonte: Ascom – Sedetec – Sergipe

 

Próximos Eventos