+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Novo periódico de divulgação científica é lançado pela UEA

Com um texto ágil, bilíngue e planejada para levar a cada edição as informações relevantes para a comunidade, divulgando os projetos e toda a efervescência acadêmica, a Universidade do Estado do Amazonas lançou, na terça-feira (2/12), sua primeira revista periódica, a ‘UEA em Revista’.

Com tiragem inicial de 15 mil exemplares, em breve, a revista estará disponível nas plataformas Android e IOS em mais uma forma de inovação para que o conteúdo possa ser acessado por qualquer pessoa, em qualquer lugar. Produzida por jornalistas da equipe de Comunicação da UEA e alguns convidados, a publicação terá a periodicidade trimestral.

Para o reitor da UEA, Cleinaldo Costa, a revista tem, entre outros intuitos, o objetivo de desmitificar o que a universidade vem realizando em várias áreas. “Não é uma revista para publicação depaper. É para divulgação científica. Iremos, sobretudo, publicar matérias de interesse geral para informar a população, além de mostrar tudo aquilo que a universidade tem produzido. É um trabalho feito a muitas mãos por professores, técnicos, alunos, envolvimento com a comunidade, pesquisa, ciência, arte e muito mais”, ressaltou o reitor.

De acordo com o reitor, a revista será aberta para receber sugestões de pautas de jornalistas de todo o País, como uma forma de ampliar a divulgação científica, embora o foco da publicação seja divulgar as ações da universidade.

Para a jornalista e editora-chefe da revista, Amanda Mota, a publicação foi muito sonhada pela comunidade acadêmica. “A revista nasceu de um sonho de dar visibilidade aos muitos assuntos que ganham vida dentro da UEA. É uma oportunidade de fazer as pessoas conhecerem os projetos, os temas em pautas hoje em dia, como a cidade universitária. Nosso intuito é o de que a população tenha no periódico essas informações”, destacou.

Nos 13 anos de existência, é a primeira vez que a UEA cria uma revista periódica. “Ao longo desse tempo já tivemos boletins e revistas, mas não com o caráter jornalístico ou periódico. Nosso conteúdo foi feito exclusivamente por jornalistas para a divulgação não apenas científica, mas outros assuntos relevantes para a sociedade em geral”, enfatizou.

JORNALISMO CIENTÍFICO

A jornalista Lane Gusmão, da Rede Tiradentes de Rádio e Televisão, pontuou o quanto o Estado precisa de mais publicações voltadas para a difusão do saber. Para ela, a população é carente deste tipo de informação. “É uma oportunidade ímpar para tratar de assuntos relacionados à Ciência, Tecnologia e outros temas relevantes. Nós como jornalistas precisamos desses espaços para aprimorar nossos conhecimentos. Acredito que a publicação da UEA vai suprir bem essa carência”, opinou.

Conforme a pesquisadora e coordenadora do Sistema Integrado de Bibliotecas da UEA, Jeane Galves, a publicação da UEA é a democratização da informação. “Não estou falando apenas da revista impressa, mas da digital que logo estará disponível para Android e IOS para qualquer pessoa ter acesso ao conteúdo, de qualquer lugar. Isso é maravilhoso”, elogiou.

Professora de Saúde Pública na UEA, Márcia Gonçalves Costa ressalta a maneira dinâmica com que a revista está trabalhando a comunicação das atividades realizadas pela instituição. “É importante em todos os aspectos. No meu caso, será essencial para informar a comunidade acerca das ações de Saúde e Atenção Básica. O acesso à informação é fundamental”, observou.

A publicação pode ser acessada pelo site da UEA ou diretamente aqui

Interessados em sugerir pautas ou publicações devem entrar em contato pelo e-mail: revista@uea.edu.br

PRÓ-INOVALAB

O lançamento da revista ocorreu paralelamente ao do Programa Pró-Inovação no Ensino Prático de Graduação (Pró-Inovalab Amazonas), no auditório da Escola Superior de Ciências da Saúde da UEA, bairro da Cachoeirinha, zona Sul de Manaus.

A UEA é a segunda instituição de ensino superior do Brasil e da América Latina a adotar o Pró-Inovalab, que congrega umaplataforma educacional baseada na internet a partir de uma rede de recursos eletrônicos e de comunicação.

O Pró-Inovalab Amazonas tem o intuito de criar novos formatos de materiais digitais educacionais para a graduação, pós-graduação e pesquisa acadêmica. Sua implantação é fruto de parceria com a Universidade de São Paulo (USP), que criou o programa em 2011.

Fonte: SECTI-AM

Próximos Eventos