Giro nos Estados

Novas indústrias para Sergipe estão na pauta do CDI

Representantes do Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI) estiveram reunidos durante esta semana, a fim de apreciar processos referentes à implantação de novas indústrias em Sergipe. Somente este ano, o Conselho já apreciou cerca de 200 processos, entre os quais 186 foram deliberados pelo CDI. Integrante da estrutura administrativa da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), o Conselho reúne mensalmente seus representantes para deliberar projetos que objetivam receber os benefícios previstos no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI).

De acordo com Décio Portella, diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais de Sergipe (Codise), embora a maioria dos processos analisados nessa última reunião tenha sido de empresas de médio e pequeno porte, em breve grandes indústrias serão anunciadas para o Estado. “Três grandes empreendimentos, que juntos somam mais de R$ 700 milhões, estão na pauta de análise do CDI”, destacou.

Responsável pelo assessoramento do Governo do Estado na formulação e execução da política do desenvolvimento industrial de Sergipe, o CDI tem sido muito atuante. Somente nesses primeiros seis meses de 2012, o Conselho foi responsável pela notificação de 105 empresas que não cumpriram os prazos estabelecidos nos projetos apresentados, a exemplo do tempo previsto para a implantação do empreendimento. Com a implantação dos novos empreendimentos serão investidos R$ 720 milhões na economia sergipana, que juntos prevêem a geração de mais de 3.950 empregos na Grande Aracaju e nas regiões agreste, centro-sul, leste e sul do Estado.

Para o secretário da Sedetec, Saumíneo Nascimento, o CDI de Sergipe tem desempenhando com êxito as suas competências, com destaque para a aprovação e enquadramento de empresas em programas de apoio ao segmento industrial nos diversos municípios sergipanos. “Verificamos que tem sido crescente o interesse dos empresários em instalarem novos empreendimentos industriais em Sergipe, bem como, temos casos de empresas que estão com projetos de expansão e modernização, tudo isso resulta em mais emprego e renda para a população sergipana”, enfatizou ao destacar que o Conselho reconhece os segmentos prioritários para o desenvolvimento industrial de Sergipe, conforme a legislação vigente.

O CDI

O Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI) é um órgão colegiado a quem compete propor diretrizes, prioridades e instrumentos da política de desenvolvimento industrial; apreciar a concessão de estímulos e benefícios a empreendimentos industriais; propor a criação de outros benefícios e/ou alterações no sistema existente; opinar sobre planos de localização industrial, sugerindo áreas industriais; e ainda, propor ao Governo do Estado medidas que julguem oportunas e benéficas para o desenvolvimento industrial.

Presidido pelo vice-governador do Estado, Jackson Barreto, e tendo como vice-presidente o secretário da Sedetec, Saumíneo Nascimento, o CDI conta também com a participação dos gestores das Secretarias de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), de Turismo (Setur), da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (Seagri), da Infraestrutura (Seinfra) e da Fazenda (Sefaz). Além destes, participam do conselho o diretor-presidente da Codise, representantes da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias no Estado de Sergipe (Fitese), da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES), da Associação Sergipana dos Empresários de Obras Públicas e Privadas (ASEOPP) e a presidente do Banese.

Fonte: Ascom – Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia – Sergipe

 

Próximos Eventos