Giro nos Estados

Ministro de CT&I realiza primeira visita ao Amazonas

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), Marco Antonio Raupp, estará em Manaus na próxima terça-feira (02 de outubro). Será a primeira visita de Raupp ao Amazonas na condição de ministro de Estado. A vinda do ministro ao Estado atendeu ao convite feito pelo secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas (SECTI-AM) e presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I, Odenildo Sena.

A atividade de abertura da agenda do ministro será uma reunião de trabalho, às 8h, na sede do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI), com a apresentação de iniciativas desenvolvidas por instituições da área de P&D.

Aumento da capacidade da RNP

Logo depois, às 10h, o ministro Raupp participará do lançamento da nova capacidade de operação da rede acadêmica nacional (mais conhecida como Rede Ipê) com ampliação da velocidade agregada à rede do estado de 200 Mb para 1 Gb/s.

A ampliação da capacidade do Ponto de Presença (PoP) da rede elevará o nível de qualidade da Internet acadêmica no Amazonas. Com isso, serão beneficiadas atividades de pesquisa, ciência, tecnologia, educação superior e cultura.

A entrega da rede acadêmica nacional será no Auditório da Ciência, no Inpa. A iniciativa do projeto é gerenciada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Além do ministro de CT&I, também participarão do evento a diretora executiva da Embratel para o Centro, Norte e Nordeste, Maria Teresa Lima, o diretor-geral da RNP, Nelson Simões, o titular da SECTI-AM, Odenildo Sena, e o diretor do Inpa, Adalberto Luis Val.

Entrega do Centro de Dados

Durante o evento, o ministro anunciará a entrega do Centro de Dados (datacenter), que propiciará a criação de infraestrutura de cloud computing (computação em nuvem) da internet acadêmica brasileira.

O projeto também é gerenciado pela RNP, sendo resultado de parceria firmada, no ano passado, entre o MCTI e a empresa chinesa de componentes eletrônicos Huawei,responsável pela doação do equipamento.

O equipamento possibilitará o compartilhamento de dados de instituições públicas ligadas ao ensino e pesquisa na Amazônia. Além disso, deve complementar a capacidade da redemultigigabit nacional, gerenciada e operacionalizada pela RNP.

Integrado ao centro de dados de Manaus, também haverá outro em Recife. Os dois terão capacidade para armazenar cerca de quatro petabytes de dados, o equivalente a quatro milhões de gigabytes – ou a capacidade de 850 mil discos de DVD.

Inauguração do Biotério do Inpa

Também durante a visita, o ministro irá inaugurar o Biotério do Inpa, às 14h10. Os biotérios são laboratórios que fornecem animais com estado genético e sanitário adequados para experimentação nas ciências biomédicas.

O Biotério do Inpa contempla toda tecnologia de ponta, integração de sistemas, equipamentos e estrutura adequada para realizar criação e experimentação, construído de acordo com o padrão internacional. Dessa forma, todos os conceitos adotados no Biotério foram feitos a partir de normativas americanas, visto que o Brasil não possui normativas para construção de Biotérios.

A última atividade é a visita às instalações do Biotério do Inpa, o ministro Raupp realizará uma visita à Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi).

Amazônia

Durante pronunciamento feito na cerimônia de encerramento do Fórum conjunto dos conselhos nacionais de Secretários Estaduais pra Assuntos de CT&I (Consecti) e das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), na última sexta-feira (14), em Gramado (RS), o ministro Raupp fez questão de destacar a relevância estratégica da Amazônia para o país. “Nós temos a obrigação, toda a sociedade brasileira, de participar do desenvolvimento dessa grande região”, afirmou.

Fonte: CIÊNCIAemPAUTA, por Lisângela Costa

Próximos Eventos