Giro nos Estados

Minas obteve o melhor resultado de participação na Ciência e Tecnologia

Minas Gerais foi o líder no ranking nacional na categoria Instituições e Municípios participantes da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2013, que ocorre em todo o Brasil desde 2003, promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O Estado também ocupou o segundo lugar no país em número de atividades realizadas, com o total de 5.743, ficando atrás somente do Amazonas.
Devido ao ótimo desempenho, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SECTES), através do Programa de Popularização da Ciência e Tecnologia (Pop Ciência MG) vai certificar e homenagear as instituições que ocuparam os três primeiros lugares em relação ao número de atividades aprovadas pelo MCTI. A cerimônia acontecerá no próximo dia 20 de fevereiro de 2014, quinta-feira, às 11h, no auditório da Reitoria da UFMG. Os homenageados serão: Museu Itinerante Ponto UFMG, como Instituição com maior número de atividades (740);  o município de Monte Azul – Uaitec Monte Azul – cidade com maior número de atividades (382); e a Escola Estadual Joaquim Maurício de Azevedo – de Janaúba – escola pública com maior número de atividades (185).
Este ano, a meta é elevar ainda mais este dado. Para isso, a Sectes, por meio da Superintendência de Ciência, Tecnologia e Inovação Ambiental, espera estimular a divulgação da semana a fim de aumentar participação de mais cidades e instituições. O tema da edição 2015 será “Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social”.
O objetivo principal da Semana é mobilizar a população, em especial crianças e jovens, em torno de temas e atividades de Ciência e Tecnologia (C&T), valorizando a criatividade, a atitude científica e a inovação. O evento pretende mostrar a importância da C&T para a vida de todos e para o desenvolvimento do país. Ele possibilita, ainda, que a população brasileira conheça e discuta os resultados, a relevância e o impacto das pesquisas científicas e tecnológicas e suas aplicações.
Anualmente, é escolhido um tema norteador para o desenvolvimento das atividades de divulgação, de difusão e de apropriação social de conhecimento científicos e tecnológicos. No ano passado o tema escolhido foi Ciência, Saúde e Esporte, justamente para aproveitar os grandes eventos esportivos mundiais a serem realizados no Brasil, como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos.
A assessora de Programa de Popularização de Ciência e Tecnologia, Mariana Andrade, falou da importância deste evento para as crianças e jovens. “É uma oportunidade para o público em geral perceber o quanto a ciência está presente no cotidiano e como ela é importante. Além disso, é uma oportunidade do público conhecer o trabalho dos pesquisadores nas universidades, centros de pesquisa e museus de ciência”. A coordenadora de Programa de Popularização de Ciência e Tecnologia, Lívia Leão, compartilha da mesma ideia e ainda acrescentou que “o interesse e contato das crianças e adolescentes com a ciência e tecnologia pode despertar vocações, formando futuros cientistas”.
Como participar
Instituições e escolas que desejam participar da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, devem estimular a criação de projetos que possam resultar na organização de feiras de ciência, concursos, gincanas, oficinas e palestras científicas; visita de cientistas às escolas;  participação em eventos promovidos por instituições de pesquisa e ensino; jornadas de iniciação científica; com distribuição de cartilhas, encartes, kits experimentais, jogos, livros e outros materiais educativos, entre outros. Mesmo a Semana ocorrendo em outubro, a expectativa em Minas é que os participantes iniciem o quanto antes os seus projetos.
Fonte: SECTES-MG

Próximos Eventos