Giro nos Estados

Minas Gerais acerta novas parcerias com Uruguai

A diretora de política econômica do Ministério da Indústria, Energia e Mineração do governo uruguaio, Mónica Barriola, foi recebida pelo secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alberto Duque Portugal, nesta quinta-feira (20), em Belo Horizonte. Eles discutiram a ampliação das parcerias entre Minas Gerais e o Uruguai, país onde já existe um escritório internacional dando suporte aos Arranjos Produtivos Locais (APLs) mineiros.

O secretário Portugal falou da disposição dos empresários mineiros, vinculados aos Arranjos Produtivos Locais, de apresentar projetos ao Focem – Fundo de recursos não reembolsáveis do Mercosul. Os projetos têm de ser voltados para produtos ou serviços visando à exportação, e cada um poderá receber até 80 mil dólares. Minas poderá apresentar mais de cinco projetos, segundo o vice –presidente do Sindvel – Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica, Carlos Henrique Ferreira.

Em nome do governo uruguaio, Mónica Barriola convidou o secretário Portugal a participar do Fórum do Mercosul, dia 11 de agosto, em Montevidéu,  com a presença de todos os presidentes dos países que integram o bloco. Um dos temas do fórum é ciência, tecnologia e inovação, que segundo Barriola, Minas Gerais vai muito bem. Ela visitou empresas do APL de Eletroeletrônicos em Santa Rita do Sapucaí, e empresas de biotecnologia na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Esses dois segmentos econômicos, além de software e biocombustíveis, recebem o apoio do governo de Minas para internacionalização dos seus produtos a partir de uma plataforma de exportação no país vizinho.

O gerente do escritório internacional do governo de Minas no Uruguai, Fernando Cattivelli, disse que o fórum do Mercosul será uma excelente ocasião para que o Sistema Mineiro de Inovação (Simi), que reúne as principais ações e projetos de ciência e tecnologia liderados pelo governo de Minas e já mostrado nos Estados Unidos, possa ser visto por lá.

Para Osmar Aleixo, coordenador do APL de Eletroeletrônicos, o escritório internacional já apresenta bons resultados, inclusive com a decisão da empresa Linear, de Santa Rita do Sapucaí, de instalar uma fábrica em Montevidéu com a finalidade de exportar produtos para boa parte da América Latina. De acordo com Carlos Henrique, a empresa lidera a produção de transmissores de TV digital no Brasil e vai investir 2,5 milhões de dólares e gerar 40 empregos diretos no Uruguai. Há dois anos, a Linear instalou uma fábrica nos Estados Unidos.

Ao final da reunião, o secretário Alberto Portugal aproveitou para convidar o Uruguai para a 6ª Inovatec – Feira de Inovação Tecnológica, que tem o apoio do governo de Minas para acelerar o processo de inovação no estado. A Inovatec será aberta dia 5 de outubro e se estende até 8 de outubro, no Expominas, que se torna o ponto de encontro de empresas, centros de pesquisa e projetos governamentais de inovação. Neste ano, o país âncora é Estados Unidos.

Fonte: Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais