+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Mestrado em Comunicação da UFMS recebe professor Carlos Soria da Espanha

Por meio do Programa de Apoio aos Programas de Pós-Graduação (PAPOS), o Mestrado em Comunicação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) recebeu, na Aula Magna do curso, o professor espanhol Carlos Soria.

Acompanhado da pesquisadora da Universidade de Brasília (UnB), Thais de Mendonça Jorge, Soria destacou a integração dos meios e dos conteúdos informativos por meio da convergência midiática. Com base em exemplos e comparativos, questionou o porquê de uma “convergência irracional e sem direcionamento”. “Irá desaparecer o mono-meio dando espaço para as organizações multiplataformas com conteúdo audiovisual, gráfico, escrito, conteúdo, disponíveis a todo tempo”.

Referência na área de comunicação e convergência, o professor Soria questiona sobre o que fez a informação evoluir historicamente e a quem pertence a informação. Dentre as preconizações do professor, está o modo de trabalho dos jornalistas, em que até mesmo os espaços físicos deverão ser integrados. “Não se pode trabalhar em separado, em espaços ultrapassados”.

O Coordenador do Mestrado, professor Mario Luiz Fernandes, destacou a participação de alunos tanto de graduação, quanto do Mestrado em Comunicação. “Numa atividade que envolveu conceitos, visão de futuro e outras possibilidades do jornalismo multimídia, o professor enriqueceu o debate sobre a área aqui em Mato Grosso do Sul.

Para o Diretor-Presidente da Fundect, Marcelo Turine, a Chamada apóia o desenvolvimento de recursos humanos do Estado. “Os coordenadores dos Programas podem convidar, desde pesquisadores para dar palestras e oficinas, como também possibilitar que os estudantes de mestrado e doutorados frequentem congressos em outros Estados, melhorando a qualificação e troca de informações entre os pesquisadores”, destaca.

Chamada PAPOS

O Programa de Apoio aos Programas de Pós-Graduação de Mato Grosso do Sul (PAPOS) é uma chamada da Fundect em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (CAPES) com aporte financeiro a Programas de Mestrado e Doutorado de Instituições de Ensino Superior do Estado. Na última Chamada (012/2013) foram contemplados 36 Programas, da UFMS, UEMS, UFGD, UCDB e Anhanguera Uniderp, que poderão receber recursos de R$ 12 mil (para Programas com Mestrado) ou de R$ 25 mil (para Programas com Mestrado e Doutorado) em até 12 meses.

Fonte: FUNDECT-MS

Próximos Eventos