+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Maranhão é o primeiro do Nordeste em prêmios no Inova SENAI

Dois dos sete projetos de inovação desenvolvidos por alunos e professores do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Maranhão foram premiados na noite do último sábado (6) na mostra nacional Inova SENAI. A cerimônia foi realizada no Expominas, em Belo Horizonte, e integrou a Olimpíada do Conhecimento.

No ranking nacional, o Maranhão foi primeiro estado do Nordeste em prêmios na edição 2014. No total, São Paulo recebeu sete premiações; Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Maranhão duas; e os estados da Paraíba e do Paraná receberam uma.

A mostra, que reúne projetos criativos de todo Brasil, recebeu 240 inscrições nesta edição, das quais foram selecionados os 50 projetos mais inovadores e com potencial de mercado, para a exposição. O Maranhão teve o segundo maior número de projetos no Inova Senai este ano. Ao todo, foram sete: três do Senai Açailândia, dois do Senai São Luís, um do Senai Bacabal e um do Senai Imperatriz. Os dois vencedores são de Açailândia.

PREMIAÇÃO

Os primeiros a subir ao pódio na cerimônia de premiação foram os estudantes do SENAI de Açailândia Kássya de Araújo, Wenilson de Santana e o instrutor Keneth Carvalho. Eles desenvolveram o projeto Ecoplaca Placas Ecológicas, feita de sacos de cimento e copos plásticos descartáveis, que pode ser utilizada tanto na construção civil como na movelaria.

O projeto conquistou o terceiro lugar na mostra Inova SENAI, na categoria tecnologia industrial – produto, e a equipe recebeu o troféu das mãos do diretor do SENAI de Minas Gerais, Cláudio Marcassa.

“Temos um produto que pode ganhar o mercado e ofereço esse prêmio à Açailândia, ao estado, com o coração cheio de orgulho”, disse emocionado o estudante maranhense Wenilson de Santana.

A aluna Kássya Araújo, parceira de Wenilson no projeto, espera que o prêmio seja um incentivo à inovação para os jovens de Açailândia. “Queremos mostrar que é possível. Muitas vezes tivemos que ficar de manhã, de tarde, de noite para terminar o projeto, mas o resultado é esse. Queremos muito mais, não vamos parar por aqui”, revelou a aluna.

SEGUNDA CONQUISTA

Quando a equipe do SENAI Maranhão ainda estava comemorando o prêmio, eis que chamam ao palco o instrutor Nívio Antônio Aureliano e a aluna Valéria Matos Lima, também de Açailândia, autores do projeto Maquete de Alto Forno: Ferramenta de Auxílio no Processo Ensino-Aprendizagem.

Eles arrebataram o 3º lugar na categoria Tecnologia Educacional, pela criação de uma maquete para auxiliar as aulas práticas dos cursos técnicos de metalurgia. A maior vantagem do produto é dar aos alunos uma noção real de como funciona o equipamento alto forno, facilitando o processo de ensino-aprendizagem dessa área tão importante para a indústria siderúrgica.

“Nunca imaginei que ficaríamos entre os três projetos mais criativos do Brasil na área de educação. Isso faz com que a gente pense grande, a nossa mente amplia para sermos inovadores. Agradeço, principalmente, aos nossos instrutores, que se empenharam na construção do projeto e a todos os alunos que ajudaram na montagem da maquete. E, claro, à família, a Deus. É muita emoção”, comentou a aluna durante a premiação.

Fonte: FAPEMA

Próximos Eventos